Funcionárias são detidas por venda de material xerocado em livraria da Paraíba

Duas mulheres foram detidas, mas liberadas após pagamento de fiança, nessa quarta-feira (1º), ao serem flagradas comercializando livros xerocados em uma livraria que fica no Centro do município de Patos, Sertão paraibano, a 316 km de João Pessoa.

De acordo com o delegado seccional da Polícia Civil em Patos, Sylvio Rabello, as mulheres detidas eram funcionárias da livraria e confessaram a comercialização de livros xerocados no local.

“O fato de xerocar um livro não é crime, isso pode ser feito por terceiros para uso próprio. Mas, xerocar livros para revenda é proibido, é crime. Elas foram detidas em flagrante, liberadas após pagamento de fianças (R$ 800 cada) e vão ser processadas”, contou o delegado.

Ainda segundo o delegado, o proprietário do estabelecimento é procurado para ser ouvido, possibilitando a finalização do inquérito policial, mas também vai ser indiciado.

Portal Correio