Galo vence a Ponte e ganha embalo para pegar o Corinthians

Galo vence a Ponte e ganha embalo para pegar o Corinthians

galo vence ponte g4Luan abriu o placar para o Galo contra o seu ex-time (Bruno Cantini/ CAM)

O Atlético-MG não se entrega na briga pelo título brasileiro. Entrando em campo pressionado pela vitória do Corinthians sobre o Flamengo, que ampliava para 11 pontos a sua liderança no Brasileirão, o Galo superou a Ponte Preta e, principalmente o goleiro da Macaca, Marcelo Lomba, para construir uma importantíssima vitória por 2 a 1, no Independência.

Estando novamente a oito pontos do Corinthians, o Galo mantém acessas suas chances de conquistar o Brasileirão e chega embalado para o duelo do próximo domingo, às 17h (de Brasília) exatamente contra o Timão, em duelo decisivo pelo título nacional, a ser realizado também no Independência. A Ponte Preta, por outro lado, encerra uma invencibilidade de sete jogos e perde a chance de empatar com o Santos, primeira equipe dentro do G4 da competição.

Ainda com 47 pontos e, agora, na 9ª colocação, a Macaca tem tudo para se reabilitar na próxima rodada, já que recebe o vice-lanterna Joinville no sábado, às 19h30 (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli.

O Jogo – Apesar de pressionar, o Atlético-MG errava muitos passes e chegou ao seu primeiro lance de perigo somente aos 15 minutos do primeiro tempo. Dátolo alçou a bola na área, e Pratto apareceu por trás dos zagueiros para cabecear por cima.

Nove minutos depois, a dobradinha argentina deu certo novamente, e Dátolo cruzou para Pratto finalizar da pequena área, mas Lomba, no reflexo, fez ótima defesa. No lance seguinte, o zagueiro Leonardo Silva dominou na área e finalizou no canto, porém o goleiro da Macaca fez milagre no Independência.

Com 29 minutos, o Galo parou novamente no paredão pontepretano. Após boa troca de passes no ataque, a bola chegou para Leandro Donizete que pegou firme de fora da área, mas Marcelo Lomba espalmou bem o forte arremate do volante.

A Ponte Preta veio a aparecer bem no ataque somente aos 44 minutos. Após corte errado de Jemerson, a bola sobrou para Biro Biro que dominou com categoria e finalizou de primeira, com força, obrigando Victor a espalmar para escanteio. Ainda nos acréscimos, Giovanni Augusto fez a finta dentro da área, mas a finalização do armador acabou sendo amortecida pelo lateral Rodinei, sendo facilmente defendida por Marcelo Lomba.

No segundo tempo, o Galo voltou mais aguerrido, marcando no campo de defesa da Ponte Preta. A estratégia deu resultado logo aos seis minutos com Luan, que roubou a bola próximo do gol adversário e rolou para Dátolo. O argentino arrematou firme e Lomba espalmou, mas no rebote, Luan finalizou bem, abrindo o placar no Horto.

Cinco minutos depois, o Atlético-MG fez o segundo. Em nova roubada de bola no campo ofensivo, a bola chegou para Douglas Santos que cruzou na cabeça de Giovanni Augusto. Com muita categoria, o meia testou para o chão, mandando a bola no cantinho de Marcelo Lomba, que nada pode fazer.

Após se manter fechada no campo de defesa durante a maior parte da partida, a Ponte Preta saiu para o ataque e quase diminuiu aos 23 minutos. Alexsandro foi mais rápido que a defesa atleticana e aproveitou cruzamento de Cesinha para cabecear para fora, com perigo. Quatro minutos depois, em nova bola alçada na área, Leonardo Silva desviou para trás e por muito pouco não fez gol contra.

No final da partida, aos 41 minutos, Biro Biro fez fila no campo de ataque, mas, na hora de finalizar, pegou mal na bola, mandando para fora.

Nos acréscimos, Renato Chaves, após cruzamento de Biro Biro, diminuiu no Independência. No último domingo, Cesinha ainda ficou cara a cara com Victor, mas o goleiro atleticano conseguiu fazer o corte, salvando o Galo e garantindo a vitória no Horto

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 2 X 1 PONTE PRETA-SP

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 25 de outubro de 2015 (domingo)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (ESP-SC) e Bruno Boschilia (FIFA-PR)
Cartões Amarelos: Marcos Rocha e Jemerson (Atlético-MG); Gilson (Ponte Preta)

GOLS

ATLÉTICO-MG: Luan aos 6 minutos e Giovanni Augusto aos 11 minutos do segundo tempo
PONTE PRETA: Renato Chaves aos 46 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Dátolo (Patric), Giovanni Augusto (Cárdenas) e Luan (Dodô); Pratto
Técnico: Levir Culpi

PONTE PRETA: Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Gílson; Fernando Bob, Elton e Cristian (Claysson); Biro Biro, Alexsandro e Borges (Cesinha)
Técnico (interino): Felipe Moreira