Gestão Panta em santa Rita poderá sofrer intervenção por irregularidades do TCE-PB, diz presidente Arnóbio Viana

O presidente do Tribunal de contas do Estado da Paraíba-PB, TCE-PB, conselheiro Arnóbio Viana foi entrevistado no programa Frente a frente  da TV Arapuan FM, desta segunda-feira (2), e fez revelação surpreendente que poderá tirar o sono de três prefeitos da Grande Região Metropolitana da Grande João Pessoa, entre eles, as prefeituras de Patos, Bayeux e Santa Rita, de acordo com o conselheiro que afirmou claramente que chamou a atenção do TCE-PB são referentes os gatos com folha de pessoal, incluindo salários não condizentes com bases legais E declarou que as informações que estão sendo levantadas poderão gerar, inclusive, pedido de intervenção.

“Atualmente nós estamos constatando algo preocupante. Municípios grandes, bem representativos da Paraíba, como Patos, Bayeux, estão deixando de investir em benefício da população pelo alto número de servidores com salários altíssimos, nem sempre galgados em dispositivos legais. Nós estamos identificando isso e vamos tomar uma providência que pode desaguar até num pedido de intervenção”, declarou o presidente do TCE.

A resposta foi dada diante do questionamento sobre o caminho mais usado hoje pelos gestores públicos para cometer irregularidades com o dinheiro público.

A gestão do médico Emerson Panta (PSDB) de Santa Rita vem sendo alvo de várias denúncias por parte da população, que o TCE-PB já soma uma das prefeituras do estado da Paraíba com o maior número de consultas, e que o prefeito Panta tem sido alvo de representação em quase todos os setores da gestão pública municipal, e no que se refere ao servidor, o atual prefeito desde que assumiu a gestão em Santa Rita que não concede aumento ao magistério, terço de férias dos servidores paga do jeito que ele quer, sem respeitar as leis, aumento do piso do mínimo não efetuou  e até chegou a reduzir salários de professores da categoria 1, que o prefeito responde até uma CPI na Câmara Municipal de vereadores e, no atual momento a comissão que investiga o prefeito Panta está paralisada devido a reformulação de uma ata e que os vereadores estão sendo investigados pelo Ministério Público por que aprovaram a CPI em um dia e menos de 48 horas revogaram o ato.

O sindicato de servidores público de Santa Rita-PB, Sinfesa, recorreu a todas as instâncias para obter os referidos reajustes e beneficiar todas as categorias da prefeitura de Santa Rita, inclusive uma nota precatória de antigo FUNDEF que uma parte o prefeito utilizou para sanar débito da gestão anterior com o recurso do próprio servidor, e a outra parte se encontra bloqueado pela justiça e que o sindicato recorreu a União que segundo os servidores entendem que o recurso que não foi investido perlo programa federal a época entre os anos 1908 eram para ser repassados integralmente para os servidores e que a partilha não feito como previa o programa.

Lamartine do Vale com Paraíba.com