Goulart faz dois, dá assistência e comanda vitória do Palmeiras sobre Ituano

Goulart faz dois, dá assistência e comanda vitória do Palmeiras sobre Ituano

Ricardo Goulart marcou seus primeiros dois gols com a camisa palmeirense e ainda deu uma assistência para comandar a vitória do Palmeiras sobre o Ituano, por 3 a 2, no Allianz Parque.  Agora com 18 pontos, o Verdão segue na liderança isolada do grupo B do Campeonato Paulista. Com 11, o Galo de Itu está em segundo no D.  Goulart oportunista O Palmeiras se mostrou um time muito mais preocupado em tratar bem a bola.

Após dois jogos sem marcar, a equipe de Felipão tentou dar menos chutões. A saída de bola era feita, sempre que possível, pelo chão. Nada de ligação direta.  O jogo do time fluiu melhor, apesar de, ofensivamente, a bola pelo alto ter feito a diferença para que Ricardo Goulart conseguisse os primeiros gols pelo clube.  O primeiro, aos 11 minutos, saiu após cobrança de escanteio na área. A bola sobrou para Ricardo Goulart, que mostrou oportunismo para mandar para dentro.

Aos 22, Goulart apareceu novamente. Dessa vez, o atacante aproveitou cruzamento na medida de Mayke e, de cabeça, colocou mais um na conta.  Miguel Borja também teve chance de fazer o dele, mas a fase não é das melhores. O colombiano recebeu de Dudu e tentou arremate de canhota, mas errou o alvo.  Borja encerra jejum O segundo tempo parecia seguir sob controle palmeirense, mas Marcos Serrato deu um susto aos nove minutos. Após tentativa de arremate de Morato, o meia apareceu livre na área para descontar.

Mas as dúvidas duraram pouco tempo. Logo em seguida ao gol, um cruzamento de Dudu, desviado, pegou no travessão. O Verdão pressionou para não dar chance ao rival. O terceiro gol foi um alívio, principalmente para Borja. O colombiano recebeu passe de peito de Ricardo Goulart e tranquilizou a todos com o terceiro gol. O atacante voltou a marcar depois de quatro partidas em branco.  Felipão resolveu recuar o time depois do gol, tirando Borja para colocar Thiago Santos.

O técnico chamou o rival para cima, e o Ituano foi. Morato, por cobertura, voltou a aproximar o placar.  Vinícius Bergantin ainda colocou o atacante Marcelinho para os minutos finais, mas os donos da casa tocaram a bola para passar o tempo, confirmando uma vitória que acabou sendo mais difícil que o que parecia.

O Gol