Governo anuncia R$7 bi para incentivar produção nacional de remédios

INOT_471983governo federal lançou nesta quinta-feira (11) um pacote de incentivos, incluindo parcerias e financiamentos de 7 bilhões de reais, para incentivar a produção nacional de medicamentos e equipamentos para a área de saúde.

As 63 parcerias, envolvendo 15 laboratórios públicos e 35 privados, devem ampliar o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), além de garantir a produção nacional de 61 medicamentos e seis equipamentos. A expectativa do Ministério da Saúde é que isso resulte numa economia anual aproximada de 2,5 bilhões de reais para a pasta.

Para ampliar a produção de medicamentos no país, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou a renovação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde (Profarma), com orçamento de 5 bilhões de reais. O plano, que tem vigência até 2017 e está na sua terceira fase, inclui o subprograma para a área de biotecnologia.

O Ministério da Saúde também fará seleção pública de planos de negócio de empresas com projetos de medicamentos biológicos, que tratam doenças como câncer e artrite, que terá recursos de 2 bilhões de reais.
O programa foi lançado na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), com presenças dos ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e do presidente do BNDES, Luciano Coutinho.

 

reuters