Governo não vai mexer em direitos de trabalhadores, diz ministro a sindicalistas

ronaldo nogueiraRonaldo Nogueira (PTB-RS) é ministro do Trabalho e pastor evangélico da Assembleia de Deus

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB-RS), afirmou há pouco em plenária com membros da Força Sindical que o governo não estuda modificações nos direitos dos trabalhadores. “O governo não vai mexer nos direitos dos trabalhadores. Como disse o presidente Michel Temer no dia da nossa posse, direito não se revoga. Direito se aprimora”, afirmou. “Nós temos de trabalhar para aprimorar o diálogo, que não deve ser seletivo ou excludente. Temos de pacificar o País para reverter o quadro de desemprego”.

A conversa com a direção nacional da Força Sindical, presidida por Paulinho da Força, se fazia mais do que necessária. Isso porque o deputado federal do Solidariedade foi um dos principais defensores do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e demonstrou desconforto após declarações da equipe de ministros do presidente interino. “Venho aqui por recomendação do presidente Temer. O Ministério do Trabalho tem de estar muito próximo do movimento sindical, que deve nos ajudar a aprimorar as políticas públicas de proteção ao trabalhador.”

O ministro afirmou ainda que está aberto a receber os sindicalistas para estudar o “aprimoramento dos contratos de trabalho”. “Esses estudos têm origem no movimento sindical”, disse.

CUT fora

A CUT decidiu não participar da reunião com o governo, convocada pelo ex-vice-presidente na última segunda-feira. “Não queremos negociar com um governo que consideramos ilegítimo e golpista, a Previdência está na nossa agenda de lutas junto com a questão do impeachment”, disse Cayres.

 Ig