Governo quer reajustar salário mínimo apenas pela inflação

Projeção do salário mínimo de 2019 foi reduzida devido à previsão do INPCAgência Brasil

No novo PLDO (Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias), o governo planeja ¡ reajustar anualmente o salário mínimo para que ele apenas acompanhe a inflação, sem aumentos reais. As informações foram publicadas no portal Uol nesta 6ª feira (29.mar.2019).

Um interlocutor do ministro Paulo Guedes (Economia) informou ao portal que a proposta pode ser enviada até 31 de dezembro, por meio de uma MP (Medida Provisória). A proposta não será tratada antes das votações da reforma da Previdência.

Atualmente, além da inflação, o salário mínimo também direciona 1 acréscimo com base no crescimento do PIB (Produto Interno Bruto). Essa foi a medida usada entre 2007 e 2019. O governo precisa, necessariamente, apresentar uma nova proposta pelo período de fim da anterior.

A tendência é que seja só a inflação, de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), uma base de cálculo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que prevê o aumento necessário para que se tenha o mesmo poder de compra.

O salário mínimo vigente, definido por Bolsonaro na 1ª edição do Diário Oficial da União de 2019, é de R$ 998. O aprovado para o orçamento federal no mesmo período era R$ 1.006. A decisão final do próximo reajuste cabe ao presidente.

Poder360