"Gravidade", Trapaça" e "12 Anos de Escravidão" são favoritos na disputa pelo Oscar - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

“Gravidade”, Trapaça” e “12 Anos de Escravidão” são favoritos na disputa pelo Oscar

GRAVIADENeste domingo (2), acontece em Hollywood a 86ª edição do Oscar, uma das maiores festas anuais do cinema mundial. Nove filmes disputam este ano na categoria principal, sendo que seis deles são baseados em histórias reais. Os favoritos são “Gravidade”, uma ficção científica com muito suspense ambientada no espaço, “Trapaça”, uma trama policial em tom de comédia, e “12 Anos de Escravidão”, sobre o regime escravocata do sul dos Estados Unidos.

 Correspondente da RFI em Los Angeles

A chuva dos últimos dias retardou os preparativos para a cerimônia de premiação mais glamurosa da sétima arte. Se as previsões se confirmarem, ela também deve participar da festa.

Os produtores que organizam o evento passaram os últimos dias tentando deixar o tapete vermelho menos encharcado para a grande noite.

Enquanto eles trabalham duro, os críticos americanos não se cansam de dar palpites sobre quem vai subir ao palco. Os especialistas se baseiam em premiações que já aconteceram nos Estados Unidos, como as dos sindicatos dos Diretores (DGA), de Produtores (PGA ) e a do Globo de Ouro.

Dos nove concorrentes na categoria de melhor filme, três estão entre os favoritos: “Gravidade”, “Trapaça” e “12 Anos de Escravidão”. Dentre os diretores, o britânico Steve McQueen e o mexicano Alfonso Cuarón lideram as apostas. Se McQueen ganhar, por “12 Anos de Escravidão”, será o primeiro negro da história a levar o prêmio de melhor direto. Se o vencedor for Cuarón, será o primeiro mexicano.

Matthew McConaughey, marido da modelo brasileira Camila Alves, deve levar o prêmio pela atuação em “Clube de Compras Dallas”, assim como o coajuvante Jared Leto. Cate Blanchett é a favorita por sua interpretação de uma socialite decadente em “Blue Jasmine”, de Woody Allen. A mexicana Lupita Nyongo desponta entre as favoritas de melhor atriz coadjuvante, por “12 Anos de Escravidão”.

“Frozen – Uma Aventura Congelante” está entre os mais cotados para ganhar a estatueta de melhor animação e o italiano “A Grande Beleza” pode dar para a terra de Federico Fellin seu 11º Oscar. Apesar do país ser o campeão na categoria de melhor filme estrangeiro, na frente da França, que tem nove estatuetas, a Itália não leva para casa o prêmio há 15 anos.

RFI