Grêmio aproveita contra-ataque, bate o Coritiba e larga com vantagem

grmio vence coxaMesmo dominado por boa parte dos 90 minutos de partida na capital paranaense, o Grêmio saiu na frente do Coritiba no confronto das oitavas de final da Copa do Brasil 2015 ao vencer por 1 a 0, em pleno Estádio Couto Pereira, fazendo fazer sua melhor fase na temporada. Com o resultado, o Tricolor leva para Porto Alegre, no dia 27 de agosto, a vantagem do empate.

A equipe alviverde pressionou bastante no primeiro tempo, dominando a posse de bola e as chances de gol, mas sem conseguir mandar a bola para as redes. Depois do intervalo, em um contra-ataque, aos 26 minutos, Marcelo Oliveira fuzilou no cantinho para garantir a vitória gremista.

Agora o Coritiba volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro, já que domingo pela anhá já tem jogo diante da Chapecoense, no Couto Pereira. Já o Grêmio encara no mesmo dia e horário a Ponte Preta, em Campinas.

 

O jogo – O Coxa começou buscando o ataque e, logo no primeiro lance, Negueba lançou para Evandro na área e foi parado por Galhardo, que caiu com a mão na bola. O árbitro, no entanto, marcou falta de ataque. Aos quatro minutos, Carlinhos fez a jogada, passou pela defesa e serviu Evandro, que não chutou nem lançou, pegando Ruy em impedimento. Quando a bola chegava aos pés do Tricolor, a tentativa era de segurar, trocando passes para diminuir o ímpeto dos donos da casa.

Em mais um ataque em velocidade, aos 13 minutos, a bola sobrou para Ruy, que viu espaço lá da intermediária e soltou o pé, pela linha de fundo. Só dava Coritiba e, aos 17 minutos, João Paulo cobrou falta por cima da meta de Grohe. Boa torça de passes doa taque coxa-branca, com Ruy e Juan, que encontrou Evandro entrando na área para ser travado no momento exato do chute por Edinho.

Em mais um chute de longe, aos 29 minutos, Juan tentou pegar Grohe desprevenido, mas o goleiro gremista saltou para fazer boa defesa. O Tricolor finalmente chegou ao ataque aos 37 minutos, em cobrança de falta de Douglas nas mãos de Bruno. Depois da correria inicial, o ritmo da partida caiu um pouco. Juan sentiu lesão e deixou a partida para entrada do atacante Michel.

Para a etapa final, o Grêmio voltou com Fernandinho no lugar de Pedro Rocha. Aos quatro minutos, Negueba fez a jogada pela direita e cruzou, a bola desviou em Erazo e sobrou para João Paulo arrematar em cima da defesa gaúcha. Em uma rara chegada do Tricolor, Douglas abriu para Fernandinho, que teve a chance do chute, tentou o cruzamento e desperdiçou a oportunidade.

O ritmo forte do primeiro tempo deixou o Coritiba visivelmente desgastado no segundo tempo, que tinhas poucas chances reais de gol. Até que, aos 26 minutos, no contra-ataque do Grêmio, Marcelo Oliveira recebeu de Douglas e com tranquilidade tocou no cantinho para abrir o placar no Alto da Glória.

O técnico Ney Franco tentou ir para o tudo ou nada, tirando o volante João Paulo para a entrada do atacante Rafhael Lucas. Porém, o nome do segundo tempo era Fernandinho, que infernizava a zaga alviverde. Aos 41 minutos, Douglas lançou Fernandinho, que entrou na área e isolou na hora do chute. A derrota quebrou a sequência de duas vitórias do Coxa e complica a vida do time na Copa do Brasil, já que em Porto Alegre a vantagem do empate será do Grêmio.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 0 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 19 de agosto de 2015, quarta-feira
Publico: 14.517 pessoas
Renda: R$ 306.110,00
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Rogerio Pablos Zanardo (Asp.Fifa-SP)
Cartões amarelos : Walisson Maia e Leandro Silva (Coritiba); Edinho, Marcelo Oliveira e Maicon (Grêmio)

GOL: Marcelo Oliveira, aos 26 minutos do segundo tempo

CORITBA: Bruno; Wallison Maia, Rafael Marques, Leandro Silva e Carlinhos; João Paulo (Rafhael Lucas), Cáceres, Juan (Michel) e Ruy (Thiago Lopes); Evandro e Negueba
Técnico: Ney Franco

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Galhardo, Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Edinho, Maicon (Moisés), Giuliano e Douglas; Bobô (Vitinho) e Pedro Rocha (Fernandinho)
Técnico: Roger Machado

 

Fox Sports