Grêmio vai mal, perde para Libertad na Arena e acende sinal de alerta na Libertadores

Grêmio vai mal, perde para Libertad na Arena e acende sinal de alerta na Libertadores

Com atuação abaixo da média, o Grêmio até que tentou, mas sucumbiu diante da estratégia paraguaia e foi derrotado para o Libertad, por 1 a 0, na Arena, em jogo válido pela fase de grupos da Libertadores. O gol do jogo foi marcado por Bareiro.  A derrota acende um sinal de alerta para o Tricolor Gaúcho, que segue sem saber o que é vencer na competição continental.

Os gremistas possuem apenas um ponto e podem terminar a rodada na lanterna do Grupo H. Já os paraguaios permanecem com 100% de aproveitamento e lideram a chave, com seis.  Estratégia paraguaia Como de costume nos jogos na Arena, o Grêmio buscou o ataque desde o primeiro minuto de jogo. No entanto, do outro lado estava o Libertad, que montou uma forte marcação e dificultou a vida dos brasileiros.

Tanto que a primeira chance clara do confronto foi criada pelos paraguaios. Aos seis, após cochilo de Cortez, Bareiro roubou e passou para Martínez, que cruzou para Cardozo. O camisa 9 voou na bola, mas mandou para fora. A resposta gremista veio dos pés de Marinho, que era a principal válvula de escape dos brasileiros na primeira etapa. Primeiro, o atacante fez jogada individual e finalizou com perigo e, pouco depois, serviu Leonardo na área, que acabou desperdiçado grande chance.

O Libertad fez o dever de casa e estudou seu adversário. A equipe visitante aproximou a marcação de suas linhas no meio de campo e tirou a velocidade da armação de jogadas do Grêmio. O espaço na intermediária só foi surgir aos 28, quando Luan avançou e bateu firme. A bola passou rente ao travessão de Martín Silva. Os donos da casa até que esboçaram uma pressão, mas encontraram pela frente um paredão paraguaio, com praticamente oito jogadores na defesa, que só estavam a espera de uma oportunidade para sair em velocidade. E ela veio. Já nos acréscimos da primeira etapa, os visitantes partiram para o contra-ataque.

Martínez recebeu pela esquerda, passou por Geromel e cruzou para Bareiro, que abriu o placar na Arena. Paredão paraguaio assegura resultado Com uma atuação coletiva abaixo do habitual, Marinho continuou sendo o destaque individual na volta do intervalo. Logo aos dois, o camisa 30 dançou na frente da marcação e buscou o ângulo de Martín, mas mandou para fora.

O tempo foi passando e os donos da casa continuavam com os mesmos problemas do início da partida. As jogadas não encaixavam e sempre acabavam nos pés de Marinho, que tentava resolver sozinho, mas, quando não faltava pontaria, lá estava Martín Silva para fazer a defesa e manter a vantagem paraguaia. O desgaste chegou e o camisa 30 acabou deixando o campo para a entrada de Diego Tardelli, recém-contratado, que realizou a sua estreia na Libertadores com a camisa tricolor.

A entrada de Tardelli melhorou o setor ofensivo gremista, que passou a pressionar, ainda que sem levar perigo à meta adversária. A parte final foi um “Deus nos acuda” para a equipe mandante. O Imortal partiu para o abafa na busca pelo empate e seguiu esbarrando na forte marcação do Libertad. Vontade não faltou, mas a bola não balançou na Arena do Grêmio. Fim de jogo e o Tricolor segue sem saber o que é vitória na Libertadores 2019.

O Gol