Grupo criminoso atua na banca Para Todos e é suspeito de ter assassinado empresário

Grupo criminoso atua na banca Para Todos e é suspeito de ter assassinado empresário

revolver preto longo 011A investigação é bem ampla e demanda muito tempo, diz o delegado (Foto: Walla Santos)

A polícia tem novas pistas sobre o assassinato do empresário do jogo do bicho Antônio Ramos de Araújo, 72 anos. De acordo com o delegado Tércio Chaves, há suspeitas, por exemplo, que um grupo criminoso, com informações privilegiadas, venha cometendo crimes  na própria empresa do ex-sócio majoritário da banca ‘Para Todos’.

De acordo com o delegado Tércio Chaves, “as investigações são incessantes e ininterruptas” e o caso é tratado como prioridade na Delegacia de Roubos e Furtos.

Para que sejam apurados todos os detalhes e o caso seja esclarecido como deve, Tércio Chaves explica que “a investigação é bem ampla e demanda muito tempo”.

Antônio Ramos de Araújo era sócio majoritário da Banca Para Todos e foi assassinado a tiros enquanto dirigia seu carro pela avenida principal do bairro dos Bancários, em João Pessoa. Antônio foi abordado por uma dupla de moto e o carona efetuou os disparos. No banco de trás do carro, a polícia encontrou uma grande quantidade de dinheiro.

ClickPB