Hamburgo impõe condição para negociar Walace com Atlético-MG e Flamengo

Pouco aproveitado no Hamburgo, Walace entrou na mira de Atlético-MG e Flamengo para 2018. Só que a saída do jogador do futebol alemão não será tão fácil quanto os interessados imaginavam. Segundo o repórter Diego Bertozzi, do FOX Sports, a diretoria do clube europeu só aceita liberar com uma compensação financeira.

Comprado por 9 milhões de euros, cerca de R$ 34 milhões, o brasileiro chegou com muita expectativa ao Velho Continente, mas não repetiu o futebol da época do Grêmio. Só que mesmo fora dos planos da comissão técnica, a diretoria do Hamburgo bate o pé e deseja apenas vender o meio-campista, com o intuito de tentar recuperar o que investiu no passado.

Caso queira contratar o atleta, Atlético-MG precisará de três parceiros para viabilizar a contratação do jogador. O primeiro – e mais importante – o Banco Inter, financeira que tem ligação com a MRV Engenharia, empresa cujo presidente é atleticano. Os outros dois são o empresário do mundo do futebol e a Think Ball – grupo que recentemente levou o zagueiro Iago Madana do São Paulo para o Galo.

Do lado do Flamengo, a intenção do clube carioca é um empréstimo de 18 meses com os alemães, sem uma quantia financeira. A Conmebol Libertadores é um trunfo dos cariocas para ter o meio-campista. Com a rejeição de empréstimo, a diretoria vai tentar uma outra negociação. Vale lemmbrar que o volante já postou uma foto com um objeto do time carioca, quando era da base do Grêmio, mas acabou apagando

Aos 22 anos, Walace está na segunda temporada pelo time alemão. Ao todo, fez 33 jogos, com dois gols. Na atual temporada, entrou em campo 12 vezes e balançou as redes adversárias uma vez.

Fox Sports