João Pessoa 11/12/2018

Início » Esporte » Helinho estreia com gol e reforça presença de Cotia no São Paulo

Helinho estreia com gol e reforça presença de Cotia no São Paulo

Helinho fez sua estreia como profissional no São Paulo neste domingo, no empate em 2 a 2 com o Flamengo. Entrou no segundo tempo e precisou de cinco minutos para marcar seu primeiro gol pelo time principal. O meia-atacante é mais um atleta formado em Cotia a reforçar as opções de Diego Aguirre na temporada.

Com um moderno centro de treinamentos e um trabalho de base de sucesso, o São Paulo costuma contar com opções interessantes em Cotia, mas frequentemente lida a com críticas à forma como aproveita seus jovens talentos. Não são todos que conseguem fazer boa transição da base para os profissionais. Helinho foi a nova aposta de Aguirre e ao menos correspondeu em seu primeiro teste.

Helinho ainda deve ter um longo percurso até se firmar no time principal, embora tenha dado um grande passo contra o Flamengo. Outros jovens talentos já despontam como realidade no Tricolor Paulista. Liziero é quem tem maior estabilidade com Aguirre. O meia esteve presente em 25 rodadas do Brasileiro, 12 delas como titular.

Luan tem apenas sete jogos no Brasileiro, mas cinco deles foram como titular. O volante é outra cria da base a ganhar espaço na equipe e elogios de Aguirre. Felipe Araruna ainda não se firmou com o técnico, porém também chegou a ser titular em cinco jogos. O elenco ainda conta com Shaylon, Brenner, Caique e o mais experiente Rodrigo Caio. Todos formados no clube e com pelo menos um jogo disputado no Brasileiro.

“Todos gostamos de ver esses jogadores aparecerem e se tornarem realidade. O Luan é realidade. Tem um crescimento, hoje é um jogador muito importante dentro do time. Tem só 18 ou 19 anos, é uma realidade. Liziero também. Depois, chegou a hora de Helinho, de colocá-lo na equipe. Uma estreia sonhada, com um gol maravilhoso. Mas também vocês viram que ele sofreu, que ele sentiu as exigências de jogar na equipe profissional. Temos que ter calma”, defendeu Aguirre, após a partida contra o Flamengo, evitando a euforia do torcedor, sempre à expectativa de ver um novo craque surgir com a camisa tricolor.

O Gol