João Pessoa 21/02/2019

Início » Política » Hervázio Bezerra: “Os traíras continuam na base governista”

Hervázio Bezerra: “Os traíras continuam na base governista”

O deputado Hervázio Bezerra (PSB) saiu visivelmente contrariado da sessão que elegeu a segunda Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, que irá administrar a Casa no biênio (2021/2022), cujas eleições aconteceram nesta sexta-feira (01), logo depois da posse dos deputados e a eleição da primeira Mesa.

É que o deputado, candidato à presidência no segundo biênio, acabou sendo preterido pelo deputado Adriano Galdino (PSB), que irá presidir o Poder Legislativo durante os quatro anos de mandato.

Dos 36 votos, Hervázio recebeu apenas 13 e Galdino 23 votos, cuja candidatura foi posta após a desistência do deputado Tião Gomes (Avante) de concorrer à presidência da Casa.

Em entrevista à imprensa, Hervázio fez um desabado e disse que sentiu traído pelos colegas da própria base, pois em reunião com o governador João Azevêdo e o próprio Adriano Galdino, realizada na Granja Santana, durante um almoço, nessa quinta-feira (31), tinha ficado acordado que ele seria o candidato da segunda Mesa Diretora da Casa.

“Apresentamos as nossas chapas ao governador e assumimos o nosso compromisso, posteriormente tivermos reunião com os vinte deputados. O único que não esteve presente foi o deputado Branco, mas ele foi firme, corajoso e não está entre os traíras. Eu confiei firmemente qual seria o resultado porque todos que estavam ali juraram que honrariam com a palavra, mas agora nós temos um fato inédito. Os traíras dos traíras”, disse.

Contudo, Hervázio disse que saía de cabeça erguida porque honrou com todos os compromissos, inclusive, com o de votar no colega Adriano Galdino, enquanto que Galdino não fez o mesmo.

“Eu fui o primeiro parlamentar e ainda como líder do governo a declarar publicamente o meu voto ao deputado Adriano Galdino. Agora, cada um que faça as suas reflexões. Eu tenho as minhas, mas não vou atacar qualquer companheiro”, ressaltou.

Paraiba Online