Homem é suspeito de esquartejar e atear fogo no ex-namorado da filha

Homem é suspeito de esquartejar e atear fogo no ex-namorado da filha

Um homem de 48 anos foi preso no interior de Minas Gerais suspeito de esquartejar e atear fogo no ex-namorado da filha. O crime ocorreu em Planaltina de Goiás, Entorno do DF, no dia 19/1. Segundo a Polícia Civil de Goiás, Jurandir Gouveia Ferreira (foto de destaque) confessou o assassinato.

Ele contou que Breno José da Silva, 26 anos, não admitia o fim do relacionamento com a filha dele e ameaçava a jovem e a família de morte. Ainda segundo o que foi apurado pela Polícia Civil, Jurandir não concordava com a relação conturbada.

Para atrair o rapaz, o sogro o teria convidado para visitar a filha do casal, uma menina recém-nascida. Quando ele chegou, foi agredido, esquartejado e os pedaços do corpo incendiados foram jogados em um terreno vizinho ao da casa da família.

Em varredura próxima à residência, a equipe de investigadores localizou uma fossa que chamou atenção pelo odor forte. No local, foi localizado um tronco humano. As demais partes do corpo foram encontradas em seguida e exibiam sinais de terem sido consumidas por fogo.

Durante as investigações, o sogro passou a ser o principal suspeito da polícia. Porém, fugiu para a cidade de Riachinho (MG) e acabou preso na noite dessa quarta-feira (23) na casa de parentes.

Metrópoles