Homem se passa por policial civil para aplicar golpes em idosos em JP

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa, está investigando a atuação de uma quadrilha em João Pessoa suspeita de aplicar golpes financeiros. Apenas uma das vítimas, teria sido lesionada em cerca de R$ 40 mil.

De acordo com o delegado Lucas Sá, os membro do grupo entravam em contato com as pessoas, sendo a maioria aposentados, e se identificavam como funcionários de uma instituição bancária. Com os dados dos clientes, eles informavam que os cartões de crédito haviam sido clonados e marcavam para que um membro da organização fosse até o endereço da vítima substituir o cartão.

“Após a entrega do cartão, munido da senha de acesso, a quadrilha simplesmente utiliza todo o limite disponível. Apenas uma das vítimas que veio à Delegacia sofreu o prejuízo de R$ 40 mil, o que dá uma ideia do potencial lesivo da quadrilha. Até o presente momento, cinco vítimas já compareceram à DDF. O prejuízo causado pela quadrilha já supera a quantia de R$ 80 mil”, informou.

O membro da quadrilha identificado utiliza um RG do estado de São Paulo e identifica-se como Policial Civil, informando que trabalharia como “apoio ao sistema de segurança do banco”. No entanto, a DDF já conseguiu localizar o portador do documento em São Paulo, que confirmou o uso indevido de sua identidade, confirmando que a presente quadrilha, além de informações bancárias de suas vítimas, possui acesso a documentos públicos falsos.

Segundo o delegado, caso alguém venha receber uma ligação informando sobre uma possível clonagem, deve entrar em contato imediatamente com a Polícia Civil, já que nenhum procedimento bancário consiste na troca de cartão objeto da fraude.

MaisPB