Homens invadem bar e executam ex-presidiário a tiros em Sta Rita; vítima é acusado de crime bárbaro - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Homens invadem bar e executam ex-presidiário a tiros em Sta Rita; vítima é acusado de crime bárbaro

morte de ex-presidiárioO ex-presidiário, Severino Salvador, 30 anos, foi assassinado dentro de um bar no Conjunto Marcos Moura, em Santa Rita, no final da tarde deste sábado (7).

De acordo com a Tenente Suzana, dois homens chegaram de motocicleta, entraram no bar e começaram a atirar no homem que morreu na hora.

A polícia está fazendo rondas nas imediações a procura dos acusados.

O Tenente Coronel Júlio César, afirmou em entrevista exclusiva ao programa Rota da Notícia, apresentado por Vinícius Henriques, que a vítima tinha envolvimento em um crime bárbaro que aconteceu naquela mesma localidade onde um homem foi morto decapitado e teve a cabeça pregada em uma estaca.

De acordo com o Tenente, a polícia havia pedido que Severino deixasse aquela localidade, pedisse que os advogados solicitassem à justiça estadual a retirada do foro da cidade de Santa Rita, mas que o homem não deu ouvidos.

“A primeira linha de investigação é que ele tenha participação nesse crime e que foi uma execução. Esse crime pode ter correlação com o delito anterior, mas não afasta outras linhas de investigação, pode ser que ele tenha envolvimento com outros crimes cometidos naquela região de Marcos Moura”, diz.

Ele comentou também que pouco depois deste crime, outro homicida foi preso e está sendo conduzido para a Delegacia de Homicídios.

Para a Tenente Suzana a população tem ajudado bastante fazendo denúncias tanto para a inteligência quanto para os policiais em campo e pediu que a população dê informação sobre este crime.

A tenente Suzana destacou ainda que desde maio está sendo realizada a operação Saturação na tendência de tentar diminuir os índices no batalhão e segundo ela tem conseguido.

O pai, abalado, afirmou que não poderia dar jeito ao que aconteceu e não desconfia de quem tenham sido os autores do crime e confirmou que o filho já cumpriu pena por tráfico durante 7 anos.

Neste momento há um grande cerco e a perícia está sendo realizada no local.

Marília Domingues / Washington Luis