“Houve claro abuso de poder”, diz Ruy Carneiro ao exaltar cassação em Mamanguape

“A justiça está sendo feita”. Foi assim que o ex-deputado federal e presidente estadual do PSDB na Paraíba, Ruy Carneiro reagiu a cassação dos mandatos da prefeita Eunice Oliveira (PSB) e da vice, Baby Helenita, da prefeitura de Mamanguape.

Em 2016 o candidato do PSDB, Fábio Fernandes, apoiado por Ruy, perdeu o pleito. Em entrevista ontem, durante visita à cidade, o dirigente ressaltou que houve abuso de poder naquele pleito e, por isso, o PSB estava indevidamente no poder.

“A justiça está sendo feita, houve claramente abuso de poder econômico por parte do grupo político que ocupou o poder indevidamente nos últimos meses”, exaltou Ruy. O tucano disse que aguarda novas eleições para que o a cidade volte à normalidade, já que a cidade é um pólo da região.

“Qualquer instabilidade aqui acaba prejudicando as demais cidades da região”, disse. 

ENTENDA

A Justiça Eleitoral cassou os mandatos da prefeita de Mamanguape, Maria Eunice do Nascimento Pessoa (PSB), e da vice dela, Baby Helenita Veloso Silva (PRTB), por compra de votos – com oferecimento de supostos empregos, dinheiro, combustível e cachaça – e por abuso de poder econômico durante as eleições municipais de 2016.

A decisão foi proferida na terça-feira (17) pela juíza Juliana Duarte Maroja, da 7ª Zona Eleitoral, em Mamanguape, Litoral Norte paraibano.

A prefeita de Mamanguape informou que está em Brasília nesta terça-feira, mas que os advogados tomaram ciência da decisão e vão recorrer.

De acordo com a decisão, que ainda cabe recurso, a prefeita e a vice também foram declaradas inelegíveis pelo prazo de oito anos, e foram multadas em R$ 53.205, “considerando a condição econômica de cada uma”, a “gravidade das condutas” e “as temerárias consequências para o regime democrático”.


PB Agora