Hugo Motta é cotado como sucessor de Cunha na presidência da Câmara

hugo mota e cunha 01O deputado federal Hugo Motta (PMDB) foi apontado pelo Jornal Folha de S. Paulo como um dos cotados para assumir a Presidência da Câmara, em substituição ao presidente destituído Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que deixou o cargo após decisão do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF).

A decisão de Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), de afastar Eduardo Cunha do mandato de deputado federal instalou um clima de balbúrdia na Câmara dos Deputados, com múltiplas reuniões, declarações, análises, mas poucas certezas. Embora o afastamento não resulte em novas eleições e leve Waldir Maranhão (PP-MA) para a cadeira de Cunha, a permanência do deputado do PP no comando da Casa também é considerada incerta.

De acordo com a Folha, a área técnica da Câmara Federal entende que a suspensão de Cunha não resulta em novas eleições porque não há vacância do cargo. No entanto, deputados que falaram com o peemedebista após a suspensão dizem que, em último caso, ele pode renunciar ao cargo de presidente para forçar, aí sim, uma eleição em até cinco sessões e tentar emplacar um aliado.

Caso a manobra seja realizada, além de Hugo Motta, estão cotados como possíveis sucessores de Cunha, os deputados Jovair Arantes (PTB-GO), que foi relator do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT); André Moura (PSC-SE) e Rogério Rosso (PSD-DF).

Da Redação com informações da Folha