João Pessoa 11/12/2018

Início » Economia » IBM anuncia compra de empresa de software Red Hat por US$ 34 bilhões

IBM anuncia compra de empresa de software Red Hat por US$ 34 bilhões

Proposta da companhia é acelerar presença no mercado de nuvens

grupo americano IBM anunciou neste domingo (28) a aquisição da empresa de software Red Hat por US$ 34 bilhões (R$ 124 bilhões) para acelerar a presença da gigante da informática no mercado lucrativo das nuvens.

A transação é, de longe, a maior aquisição da IBM. A aquisição ressalta os esforços da presidente-executiva da IBM, Ginni Rometty, para expandir as ofertas de software por assinatura da empresa, enquanto enfrenta a desaceleração nas vendas de software e a redução da demanda por servidores de processamento de dados.

A IBM pagará US$ 190 (R$ 693) pela ação da Red Hat para adquirir a empresa, com valor de US$ 34 bilhões, informou a companhia. A ação da Red Hat valia pouco menos de US$ 116,7 (R$ 425) no fechamento de sexta-feira da Bolsa de Nova York.

Para justificar a quantia que paga, Rometty não hesitou em dizer que a “aquisição da Red Hat vai mudar o jogo, isso muda tudo no mercado de nuvem”.

Fundada em 1993, a Red Hat é especializada em sistemas operacionais Linux, o mais popular tipo de software de código aberto que foi desenvolvido como uma alternativa ao software de propriedade da Microsoft. A empresa cobra taxas de seus clientes corporativos por recursos personalizados, manutenção e suporte técnico, oferecendo à IBM uma fonte lucrativa de receita de assinatura.

A aquisição ilustra como as empresas de tecnologia mais antigas estão se voltando para a negociação para ganhar escala e combater a concorrência, especialmente na computação em nuvem, onde os clientes que usam software corporativo buscam economizar dinheiro consolidando seus relacionamentos com fornecedores.

A IBM espera que o acordo a ajude a concorrer com Amazon, Alphabet e Microsoft no negócio de nuvem que cresce rapidamente. As ações da IBM perderam quase um terço de seu valor nos últimos cinco anos, enquanto as ações da Red Hat subiram 170% no mesmo período.

O termo refere-se à nuvem de computadores, como armazenamento online, que se tornou um dos segmentos de crescimento mais rápido dos mercados de tecnologia e aqueles com os maiores lucros.

“A IBM se tornará o principal provedor de nuvem híbrida do mundo”, disse Rometty.

Segundo a IBM, 80% da carga de trabalho das empresas ainda não pode ser transferida para a nuvem devido à natureza fechada do mercado de computadores.

A IBM disse que a aquisição irá acelerar o crescimento da receita, margem bruta e lucratividade dentro de 12 meses após o fechamento.

Para concretizar o acordo, a IBM abandonará seu plano de recompra de ações em 2020 e 2021.

Com informações da Folhapress.