Ignorando a crise, partidos sacam á vontade do fundo partidário.

Ignorando a crise, partidos sacam á vontade do fundo partidário.

dinheiro 2O Brasil está em crise, sem dinheiro até para merenda escolar, mas os 35 partidos com representação na Câmara dos Deputados vivem tempos de vacas obesas: já receberam este ano, até março, R$ 184 milhões do Fundo Partidário. Vão faturar R$ 900 milhões este ano. Os políticos criaram o Fundo e definem seu valor, aumentando-o a cada ano. Em 2016, o PT já tomou R$ 24,5 milhões do Fundo, sem contar os 10% de “dízimo” que cobra de cada filiado com boquinha no governo. A informação é do colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder.

Em 2017, quando não haverá eleição, os partidos vão raspar mais de R$1 bilhão do tacho do Tesouro Nacional.

O valor atual do Fundo Partidário, sancionado por Dilma, é 163% maior do que o proposto pelo governo no Orçamento da União.

Os partidos que mais tomaram dinheiro do fundo partidário são, depois do PT, PSDB (R$ 20,20 milhões) e PMDB (R$ 9,7 milhões).

Diário do Poder