Imagens mostram bando armado em UPA onde médico foi sequestrado, na Maré

A Polícia Civil divulgou, nesta quarta-feira, imagens do circuito interno da Unidade de Pronto Atendimento ( UPA) da Maré, na Zona Norte do Rio, que foi invadida por 50 homens armados no último domingo. O bando ainda sequestrou um médico e uma ambulância. Nas imagens, pelo menos dez homens armados, um deles com fuzil, são vistos entrando numa das salas de emergência da unidade, carregando um bandido ferido.

Numa das imagens, um homem é visto saindo da sala de emergência carregando u colete balístico que era usado pelo bandido ferido
Numa das imagens, um homem é visto saindo da sala de emergência carregando u colete balístico que era usado pelo bandido ferido Foto: Picasa / Reprodução de vídeo

Segundo a polícia, o homem ferido que é socorrido por outros bandidos é Renan Henrique Barbosa Campos, o RN. A foto de Renan foi divulgada no RJ TV desta quarta-feira.

De acordo com o delegado Wellington Vieira, da 21ª DP (Bonsucesso), Renan é investigado sob suspeita de ser um dos seguranças de Thiago Folly, o TH da Maré.

— Ele também gerencia uma das bocas de fumo da Maré — disse o delegado.

As imagens de uma das câmeras de segurança mostram ainda o bando circulando dentro da UPA, em meio a funcionários e pacientes. Em um dos trechos do vídeo, um bandido aparece levando um colete balístico que estava com Renan Henrique.

O médico foi obrigado a entrar em uma ambulância, que foi utilizada para transportar Renan Henrique para possivelmente ser socorrido em uma clínica da Baixada Fluminense. Renan foi ferido com um tiro de fuzil num dos braços e estaria correndo risco de amputação.

De acordo com as investigações, Renan teria sido ferido durante um tiroteio com policiais militares nas proximidades da Linha Amarela, pouco antes da invasão da UPA.

Foto de Renan Henrique segurando um fuzil foi divulgada pelo RJ T¨V, da TV Globo
Foto de Renan Henrique segurando um fuzil foi divulgada pelo RJ T¨V, da TV Globo Foto: Picasa / Reprodução

Segundo o delegado, o bandido está escondido atualmente na Maré, onde estaria recebendo algum tipo de cuidado médico. Nesta quinta-feira, o médico que foi sequestrado deverá prestar novo depoimento.

— Quero tirar algumas dúvidas. O médico disse que não tem condições de descrever ou reconhecer o bandido ferido, mas aparece nas imagens conversando com ele na UPA — disse Wellington Vieira