Interventores dos hospitais Metropolitano e Regional assumem nesta segunda

O governador da Paraíba, João Azevêdo, afirmou que nesta segunda-feira (14) os interventores nomeados para os hospitais Metropolitano, em Santa Rita e o Regional, em Mamanguape, assumem o cargo dentro das instituições.

A intervenção foi determinada pelo governador após a Operação Calvário, da Polícia Federal, apontar irregularidades na gestão dos hospitais.

Leia Também:   Seguindo passos da mãe, Harry caminha por campo minado em Angola

Para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, o interventor nomeado foi o Coronel Bombeiro Lucas Severiano de Lima Medeiros e para o Hospital Geral de Mamanguape, Gilson Mauro Costa Fernandes.

João Azevêdo garantiu que a transição ocorrerá de forma tranquila e sem prejuízos para a população. Ele destacou que o que importa é a continuidade e qualidade do serviço.

“Será da mesma forma que ocorreu no Hospital de Trauma [de João Pessoa], que nenhum dia, em nenhum turno, deixou de atender a população”, disse o governador.

Perguntado se o Governo do Estado continuaria adotando a postura de exonerar as pessoas investigadas na Operação Calvário, o governador afirmou que “cada caso é um caso” e ressaltou que as pessoas precisam ter direito de defesa.

Polêmica Paraíba