iPhones 5s e 5C chegam ao Brasil em 22 de novembro

celular novoAs vendas dos iPhones 5s e 5C começam no Brasil no dia 22 de novembro, informaram as operadoras TIM e Claro nesta sexta-feira. As companhias não divulgaram o preço dos aparelhos e nem em quais lojas os usuários encontrarão os modelos.

Segundo comunicados da TIM e da Claro, os interessados em adquirir os iPhones, lançados em setembro no exterior, já podem se registrar nos sites das operadoras. Os consumidores receberão detalhes sobre valor e locais de venda por e-mail.

Nos Estados Unidos, o iPhone 5s está disponível nas versões 16 GB (199 dólares), 32 GB (299 dólares) e 64 GB (399 dólares). Já o iPhone 5C, modelo popular, pode encontrado por 99 dólares (16 GB) e 199 dólares (32 GB).

Vivo e Oi não divulgaram quando os novos iPhones serão disponibilizados para seus clientes.

Leitor de digitais: o ponto alto

Se bem utilizado, o leitor de digitais pode ser o grande diferencial do iPhone 5s em relação aos seus rivais. Introduzido como um dispositivo de segurança, o sensor Touch ID permite que o proprietário do aparelho ganhe acesso ao telefone e à loja virtual iTunes ao encostar o polegar no botão Home – que agora é feito de safira, material mais resistente.
Embora o recurso seja novo em iPhones, a Apple não é a primeira fabricante a utilizar esse tipo de recurso em dispositivos eletrônicos. Em 2011, por exemplo, o Motorola Atrix 4G já trazia um sistema de autenticação semelhante, também presente em notebooks de diversos fabricantes.
O que pode favorecer a Apple aqui é a integração do Touch ID com outros serviços, como redes sociais e até serviços de pagamento on-line. Contudo, por ser um recurso essencial, criado para garantir a segurança dos dados do consumidor, é possível que a licença de uso para tal tecnologia seja extremamente restrita – e cara. Em outras palavras, apenas desenvolvedores grandes e confiáveis poderão ter acesso a detalhes do software.
De acordo com a Apple, as imagens das digitais cadastradas ficam armazenadas dentro do aparelho, e nunca são enviadas para a nuvem. Isso garante que ninguém tenha acesso aos dados biométricos do usuário.

Raio-x do iPhone 5C

Cores

Com o fundo feito em plástico e diversidade de cores, fica claro que a Apple está atrás de um público jovem e diversificado. São cinco opções de cores, que podem ser combinadas com mais cinco modelos de capas, vendidas pela companhia por 29 dólares cada.
“A cor revela sua personalidade. Ela não serve apenas paras os amantes da cor, mas também para os coloridos”, diz o anúncio dos produtos. As críticas são inevitáveis, mas é preciso lembrar que o uso de diferentes tonalidades não é uma novidade na companhia, que já havia adotado a tática para vender seus players de mídia, os iPods.
Apesar de não ser criado para atender a demanda de mercados emergentes, o novo smartphone pode fazer sucesso em países como a China. Lá, os consumidores são especialmente inclinados a adotar dispositivos coloridos e customizáveis.
Veja