Janduhy pede à Mesa Diretora da ALPB que marque uma nova audiência para debater as contas de 2011 de Ricardo Coutinho - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Janduhy pede à Mesa Diretora da ALPB que marque uma nova audiência para debater as contas de 2011 de Ricardo Coutinho

Janduyr carneiro deo.O deputado estadual Janduhy Carneiro (PTN) solicitou à Mesa diretora da Assembleia Legislativa que se marque uma nova data para a realização de outra audiência pública para que os deputados e representantes do governo da Paraíba possam discutir as contas do governador Ricardo Coutinho (PSB), referentes ao ano de 2011, uma vez que a sessão marcada para acontecer na semana passada na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Paraíba (OAB/PB), foi suspensa por causa de tumulto provocado por claques enviadas pelo governo, composta por representas de partidos políticos e de servidores detentores de cargos de confiança e prestadores de serviços.

 

Durante discurso na tribuna da Assembleia Legislativa na manhã dessa terça-feira, 27, o parlamentar lamentou que o governo tenha evitado, de forma truculenta, a realização da audiência pública. “Estranhamente vários prestadores de serviço e detentores de cargos comissionados deixaram o seu local de trabalho e foram até a OAB formar claque para o governo, deixando a população à mercê de um atendimento precário, deixando sobrecarregados os servidores efetivos”, denunciou o deputado.

 

O deputado lamentou ainda que o governo ao invés de querer ver esclarecido todas as irregularidades que foram descobertas pelos auditores do Tribunal de Contas do Estado, o TCE, e endossadas pelo conselheiro Humberto Porto, relator que votou contra as aprovações das contas referentes ao ano de 2011 simplesmente fez de tudo para evitar a realização da audiência pública para tratar do assunto.

 

“Nós fomos à audiência pública para debater, pois achávamos que o maior interessado em esclarecer se as irregularidades encontradas pelos auditores do TCE eram verdadeiras ou não, mas o que mais nos surpreendeu foi que na hora do deputado Caio Roberto, autor da propositura para a realização da audiência, justificar o motivo da realização da sessão teve sua fala proibida pela claque. Foi algo totalmente dirigido e lamentável que impediu que houvesse um debate de alto nível”, criticou Janduhy.

 

O deputado espera que a Assembleia Legislativa marque o mais breve possível uma nova data para a realização do debate, uma vez que a população está querendo saber o que realmente aconteceu. “Precisamos nos ater ao fato de forma técnica. Precisamos debater sobre o que os auditores encontraram de irregularidades, sobre o parecer do relator e sobre a divergência dos outros conselheiros. Essa é nossa obrigação. Precisamos deixar as questões políticas de lado e nos ater aos critérios técnicos, Por isso peço à Mesa Diretora dessa Casa que marque uma nova data para a realização da audiência pública”, finalizou Janduhy Carneiro

 

Assessoria Parlamentar