Jeová pede a criação de uma ‘Força Tarefa’ para enfrentar crise ambiental em Santa Rita

jeova_campos_walla_santos (1)Deputado Jeová Campos, presidente da Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente (Foto: Walla Santos)

A Comissão de Desenvolvimento, Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) encontrou um quadro desolador durante visita técnica ao manancial do rio Tibiri na cidade de Santa Rita. “São ruas interditadas, posto de saúde sem coleta e rios e manancial virando depósito de lixo”.

O presidente da comissão, Jeová Campos (PSB) se disse chocado com o que viu e prometeu ocupar a tribuna da Assembleia na segunda-feira para denunciar o descaso. O deputado vai propor que a Casa realize, em caráter de urgência, audiência pública com o Ministério Público, Sudema, Ibama e outros órgãos competentes para discutir a questão.

O deputado Jeová Campos comparou o manancial do rio Tibiri ao antigo lixão do Roger, em João Pessoa. “Lá (no manancial) está instalada uma grave crise ambiental onde os mananciais recebem lixo”, declarou.

O socialista também quer criar uma Força Tarefa para enfrentar o problema, considerada por ele de calamidade pública.

ClickPB