João Azevêdo prestigia solenidade de posse de novos dirigentes do TCE-PB

João Azevêdo prestigia solenidade de posse de novos dirigentes do TCE-PB

O governador João Azevêdo prestigiou, nesta sexta-feira (25), a posse dos novos dirigentes do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) para o biênio 2019-2020. A solenidade aconteceu no auditório Celso Furtado, do Centro Cultural Ariano Suassuna, pertencente à Corte de Contas.

Além do novo presidente do TCE, Arnóbio Viana, tomaram posse os conselheiros Nominando Diniz (vice-presidente); André Carlo Torres Pontes (corregedor); Fábio Nogueira (ouvidor); Marcos Antônio da Costa (presidente da 1ª Câmara); Arthur Cunha Lima (presidente da 2ª Câmara); e Fernando Catão (coordenador da Escola de Contas Conselheiro Otacílio Silveira).

A sessão solene foi marcada pelas apresentações do coral formado por servidores da Casa e pela banda musical de Solânea, 26 de Novembro. Na ocasião, o conselheiro Arnóbio Viana fez o juramento de posse na presidência do TCE-PB e, logo após, empossou os demais dirigentes do Tribunal.

Na oportunidade, o governador João Azevêdo enalteceu a relação institucional entre o Poder Executivo e o órgão. “O TCE tem um papel fundamental no processo de acompanhamento e de orientações aos gestores públicos. Essa relação tem sido mantida de maneira bastante importante com o Governo do Estado. Eu torço para que o presidente Arnóbio Viana, que retorna ao cargo e já exerceu outras funções públicas, tenha muita sorte na condução do Tribunal nos próximos anos”, ressaltou.

Em seu discurso, o presidente do TCE, Arnóbio Viana, exaltou a prosperidade da Paraíba em meio ao cenário caótico nacional e anunciou a realização de um Fórum Permanente de Educação Municipal, que terá o objetivo de elaborar sugestões para os orçamentos das cidades. Ele ainda afirmou que pretende dar seguimento ao processo de transparência e aproximar o Tribunal dos Legislativos municipais.

“Nós temos aplicativos e veículos modernos que auxiliam o TCE no campo da informática para proteger a aplicação do dinheiro público. Além do mais, também pretendo promover um contato mais direto com as Câmaras Municipais”, explicou.

O conselheiro André Carlo Torres, que deixou hoje a presidência do TCE, fez um balanço de sua gestão. “Apesar dos recursos limitados, conseguimos otimizar e realizar as tarefas, que foram bem executadas, sob o monitoramento de uma equipe muito competente. Nós conseguimos trocar toda a frota de veículos e computadores. Para a sociedade, nós conseguimos implementar os serviços de transparência relacionados à abertura de processos; em tempo real, qualquer pessoa pode ter acesso aos relatórios que os auditores produzem, às decisões dos conselheiros e aos pareceres do Ministério Público. Os painéis de controle também possibilitam o acompanhamento e fiscalização das ações dos gestores públicos”, enfatizou.

Secom-PB