João Pessoa perde cartão postal do fim de ano; Árvore de Luz não tem previsão de ser reerguida - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

João Pessoa perde cartão postal do fim de ano; Árvore de Luz não tem previsão de ser reerguida

cartão postalApós o desabamento da Árvore de Luz da Energisa na sexta-feira (20), João Pessoa não perdeu somente uma estrutura de ornamentação natalina, mas também um símbolo, um cartão postal dos finais de ano da Capital.Turistas e paraibanos de várias partes do estado faziam questão de se deslocarem para visitá-la, apreciar a iluminação, registrar fotos com os amigos e familiares, bem como aproveitar a paisagem de um dos locais mais privilegiados e que tem uma excelente vista da orla de João Pessoa, o Altiplano Cabo Branco. Com o incidente, a Capital também ficou sem um importante ponto turístico.Reinaugurada no dia 7 de dezembro de 2013, a Árvore montada próxima à Estação Ciência completaria 10 anos de aniversário e permaneceria acesa diariamente, de 18 às 6 horas, até 6 de janeiro.A educadora física Nailla Souza, 25 anos, é de Campina Grande, a 125 km de João Pessoa. Ela disse que nunca tinha visitado a Árvore de Luz, mas já a admirava. Nailla lamenta pelo desabamento e concorda que a cidade realmente perdeu um local especial para o Natal. “Espero que eles a coloquem no lugar novamente; um dia quero visitá-la”, diz Nailla.

Árvore mede mais de 100 metros

Foto: Torre tinha quase 110 metros
Créditos: Assuero Lima

Apesar dessa expectativa de ver a estrutura montada mais uma vez, a Energisa informa, através da assessoria de comunicação, que não há previsão para que a Árvore de Luz seja reerguida.

Desde o desabamento, a empresa busca identificar as causas do incidente e esse processo de investigação ainda não tem prazo de conclusão. Conforme disse a assessoria, técnicos da Energisa trabalham junto com meteorologistas para descobrir o que provocou a ruína da estrutura que tinha quase 110 metros de altura.

Algumas pessoas que presenciaram o fato disseram que chovia e o vento estava muito forte na hora da ocorrência, o que pode ter contribuído para a destruição da torre.

Segundo a assessoria de comunicação da Energisa, a Árvore de Luz era uma das três mais altas do mundo, composta por 60 mil metros de cabos e mais de 30 mil lâmpadas que proporcionavam uma iluminação especial, visível em diversos pontos de João Pessoa.

Portal Correio