Jogando em casa, Santos é dominado pelo Inter e sofre derrota no final

inter derrota santos em casaO Santos parece ter sentido a falta do seu trio ofensivo neste domingo (29 de maio) contra o Internacional, contrariando o desempenho da rodada anterior, quando mostrou iniciativa e boas jogadas de ataque para empatar com o Figueirense. Jogando em casa, o Peixe pouco produziu e teve de assistir o adversário dominar o confronto e levar mais perigo no setor ofensivo para, já nos minutos finais, mandar a bola para o fundo das redes com Aylon e garantir a vitória por 1 a 0.

Enfrentando um adversário bem postado em campo e trocando posições entre os homens de ataque, o Santos tinha dificuldades para se impor no jogo e dominar a partida. Após um primeiro tempo truncado, Dorival Jr tentou dar mais poder de fogo a sua equipe sacando Rafael Longuine e colocando Ronaldo Mendes ainda no intervalo. Apesar da alteração, o Internacional seguiu como protagonista no duelo e dando trabalho ao goleiro Vanderlei.

Com o resultado o Santos perdeu uma invencibilidade de 29 jogos atuando na Vila Belmiro e tentará a recuperação já na próxima quarta-feira, quando faz o clássico contra o Corinthians, na Arena Itaquera. Já o Internacional sai satisfeito, já que assegurou a liderança da competição ao lado do maior rival, o Grêmio, que também venceu seu confronto.

O JOGO – O Santos entrou em campo com a intenção de repetir o bom desempenho da partida contra o Figueirense. Praticamente com a mesma escalação, a equipe propunha o jogo, no entanto, pouco produzia quando atravessava a linha intermediária. Já o Internacional, mais cauteloso nos instantes iniciais, procurava aproveitar bem as poucas chances de levar perigo à meta alvinegra.

Apesar de estar atuando fora de casa, o Inter foi quem quase abriu o placar. Aos dez minutos Vitinho cobrou falta na cabeça de Ernando, que tentou colocar no canto direito de Vanderlei, mas sem sucesso. Com isso, o time gaúcho ganhou confiança e se tornou mais presente na defesa do Peixe, trocando passes e equilibrando mais o duelo.

Aos poucos os visitantes iam conquistando o protagonismo da partida, já que o Santos seguia sem despertar a emoção dos torcedores na Vila Belmiro. Contando com uma marcação na saída de bola do Peixe e explorando bem as laterais, o Colorado só não abria o placar pela falta de capricho no último passe.

Já nos minutos finais da primeira etapa Andrigo tentou levar uma vantagem para o intervalo jogando a bola na área. A jogada quase resultou em gol quando o zagueiro Luiz Felipe apareceu para interceptar o passe dentro da área e jogando a bola contra o próprio gol, no entanto, ela acabou passando por cima da meta do goleiro adversário. Ainda aos 40, o Inter teve mais uma boa chance com Ferrareis, aproveitando o escorregão do marcador para bater forte e obrigando o Vanderlei a rebater a bola, que por sorte não foi aproveitada por Vitinho.

Buscando dar mais eficácia ao ataque, Dorival Jr tratou de mexer no time para o segundo tempo. Insatisfeito com o rendimento de Rafael Longuine, o treinador colocou Ronaldo Mendes em campo, porém o Internacional continuava sendo mais agudo em suas investidas. Aos seis minutos Andrigo votou a atormentar o sistema defensivo do Peixe. O meia aproveitou rebote do cruzamento de Vitinho e soltou um petardo, porém a bola acabou explodindo em Thiago Maia.

Três minutos depois Ferrareis ficou muito perto de, enfim, abrir o placar. Após passe rasteiro dentro de Vitinho dentro da área, o jovem revelado pela base colorada se atirou na bola, no entanto, o carrinho não foi suficiente para conseguir empurrá-la para o fundo das redes. O bombardeio colorado seguiu com Andrigo, novamente ele. Com passe de William e corta-luz de Vitinho, a bola sobrou limpa para o meia bater cara a cara com o goleiro, mas faltou pontaria para que pudesse estufar as redes, mandando por cima do gol.

Antes do apito final Matheus Nolasco teve a chance de garantir os três pontos para o Peixe. Substituindo o camaronês Joel, o atacante recebeu bom passe para ficar cara a cara com Danilo Fernandes, que cresceu na jogada e conseguiu bloquear o chute do adversário. Diante do final da partida o técnico Argel Fucks parecia prever o que estava por vir e resolveu fazer uma alteração no ataque, sacando Vitinho e colocando Aylon. O jogador precisou de apenas dois minutos para aproveitar cruzamento de Alex e cabecear para o fundo do gol já aos 38 minutos.

O resultado coloca o Santos em uma situação complicada, já que na próxima quarta-feira terá a difícil missão de tentar arrancar uma vitória no clássico contra o Corinthians, em Itaquera. Já o Internacional buscará manter a liderança e se possível se desvencilhar do Grêmio na ponta da tabela. O Colorado retorna a Porto Alegre, onde recebe o Atlético-PR, no Beira Rio.

 Fox Sports