Johny Hendricks vence Robbie Lawler e é o novo campeão meio-médio do UFC - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Johny Hendricks vence Robbie Lawler e é o novo campeão meio-médio do UFC

Campeão HendrickApós oito anos de hegemonia e domínio de Georges St-Pierre nos meio-médios, o UFC tem um novo campeão na categoria. Johny Hendricks conquistou o cinturão, vago pelo canadense, ao derrotar Robbie Lawler em uma verdadeira batalha de cinco rounds dentro do octógono, no UFC 171, em Dallas, nos Estados Unidos.

Hendricks subiu ao octógono como favorito e não decepcionou. Ele dominou três dos cinco rounds do combate e ficou com o título. Após a luta, o americano não se conteve e agradeceu a sua família pela conquista e cogitou uma revanche contra Lawler.

“Robbie é muito duro. Houve rounds muito difíceis e eu acho que realmente eu venci. Esses caras aqui de Dallas são demais, eles são tudo para mim. Aqui está, o cinturão é meu. Quero agradecer a minha mulher, minhas filhas e minha equipe. Muito obrigado por tudo. Acho que minha tática funcionou, mas Robbie é duríssimo. Acho que vamos nos encontrar de novo e terei que repensar a minha forma de lutar”, disse o novo campeão dos meio-médios do UFC.

A luta – O combate começou com os lutadores partindo para a trocação e com um ritmo muito forte. O nocaute parecia questão de tempo e poderia acontecer para qualquer um dos lutadores. Hendricks teve dificuldades no terceiro e quarto round quando foi pego por um cotovelada de Lawler que abriu um profundo corte em seu olho. Mas conseguiu manter o domínio nos outros três e levar a decisão por pontos com um triplo 48-47.

No coevento principal da noite,  o atual número 2 do ranking dos meio-médios, Carlos Condit, enfrentou Tyron Woodley visando ganhar uma chance de ser o próximo desafiante ao cinturão da categoria. Mas a noite não foi boa para Condit, que sofreu uma lesão no joelho no segundo round e foi derrotado por nocaute técnico por Woodley.

Brasileiros no UFC 171

A peso-galo Jéssica Andrade fez sua terceira luta no UFC e não decepcionou. A paranaense venceu Raquel Pennington por decisão dividida dos jurados. Bate-estaca, como é conhecida, usou muito o boxe para marcar o rosto da americana e conseguiu dominar a luta durante o primeiro e o terceiro round com boas sequências de socos e quedas.

Já o peso-leve Renee Forte não teve a mesma sorte. O cearense sofreu com as fortes investidas do mexicano Frank Trevino e acabou sendo derrotado por decisão unânime dos jurados. Renee até começou a luta acertando mais o mexicano, mas acabou cansando no segundo round e foi dominado por Trevino.

Card principal

Johny Hendricks venceu  Robbie Lawler por decisão unânime
Tyron Woodley venceu Carlos Condit por nocaute técnico no segundo round
Myles Jury venceu Diego Sanchez por decisão unânime
Hector Lombard venceu Jake Shields por decisão unânime
Ovince St. Preux venceu Nikita Krylov por finalização no primeiro round

Card preliminar

Kelvin Gastelum venceu Rick Story por decisão dividida
Jéssica Andrade venceu Raquel Pennington por decisão dividida
Dennis Bermudez venceu Jimy Hettes por nocaute técnico no terceiro round
Alex Garcia venceu Sean Spencer por decisão dividida
Frank Trevino venceu Renee Forte por decisão unânime
Justin Scoggins venceu Will Campuzano por decisão unânime
Sean Strickland venceu Bubba McDaniel por finalização no primeiro round
Robert Whiteford venceu  Daniel Pineda por decisão unânime

 

Uol Esportes