Josa de Nezinho declara guerra contra Reginaldo Pereira: Santa Rita vai saber “quem é ladrão” - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Josa de Nezinho declara guerra contra Reginaldo Pereira: Santa Rita vai saber “quem é ladrão”

JosaQuem é o ladrão dessa cidade sou eu? Quem está extorquindo fornecedor dessa cidade sou? Pra está levando nome de bandido e ladrão. Essa foi à expressão que o presidente da Câmara Municipal de Santa Rita Joselito Carneiro o popular Josa de Nezinho, encerou a sessão nesta última quinta-feira (17), na casa de Antonio Teixeira. Após os ataques do prefeito em sua ausência nas dependências das secretárias da prefeitura aonde despacha com secretários, amigos, correligionários e empresários, em conversas denegrindo e detratando a imagem do legislativo e do presidente segundo seus próprios amigos e correligionários que o cercam quando vem a Santa Rita.

Conforme Joselito Carneiro na presidência da mesa diretora na sessão dessa quinta (17) foi muito enfático quanto aos ataques do prefeito que o ajudou levar até a prefeitura, disse que queria saber o mal que fez a esse cidadão, foram 40 anos acreditando no que está ai hoje, se arrependimento matasse, pedi voto de porta em porta com minha família, nos quatro cantos do município pra nada, nenhuma secretaria funciona, o prefeito não respeita ninguém, e falava do gestor passado, o que vem fazendo é pior que todos que aqui passaram pela prefeitura pelo o chamou de covarde, declarou o presidente.

”O prefeito vive denegrindo minha imagem eu não matei e nem roubei me chama de bandido e de ladrão (áudio e vídeo) quem tem cometido crimes na administração não sou eu, é ele o prefeito contra sua própria gestão, o ministério público tem recebido inúmeras ações de improbidade administrativa e a justiça, são os desmandos acometidos por ele e não por mim, tenho prova em áudio e vídeo, ele o prefeito me detratando na frente de colegas vereadores, e daqui pra frente vou repelir esse tipo de tratamento na justiça e de seus auxiliares as provas são contundentes”, vou ingressar na justiça disse o presidente.

Segundo o presidente Joselito Carneiro na sessão ordinária (17), contou com a presença de um comerciante José Sebastião que sofreu extorsão por servidores e não servidores da administração ligados a prefeitura na licitação do gás, que segundo o comerciante a prefeitura tem um débito ainda de 140 botijões de gás, parou o fornecimento do serviço, que na próxima sessão fará uma exposição de documentos e gravações com atos de corrupção expondo aos vereadores e ao povo para que o poder legislativo tome as providencias do que vem acontecendo na gestão, esclareceu o presidente da Câmara.

Joselito resaltou ainda que o tratamento dado aos servidores pelos cargos do prefeito de João Pessoa é de muita hostilidade, e que vêm se estendendo em uma proporção tão grande que os servidores estão ingressando na justiça e ministério público, devido a perseguição e imposição na secretaria de saúde onde quem gerencia é seu genro o secretário Luciano Carvalho, que na frente dos servidores é um tratamento e na ausência é outro completamente diferente. Estamos absorvendo as de denúncia dos cidadãos e vamos cumprir nossa função fiscalizadora denunciando ao ministério público e se possível até a justiça, concluiu.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.