Joselito Carneiro taxa Reginaldo Pereira de mentiroso por não repassar 1,7 milhões ao IPREV e dizer que está construindo 5 mil casas em emissoras de rádio - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Joselito Carneiro taxa Reginaldo Pereira de mentiroso por não repassar 1,7 milhões ao IPREV e dizer que está construindo 5 mil casas em emissoras de rádio

JosaO presidente da Câmara Municipal de Santa Rita, Joselito Carneiro acusou de mentiroso o prefeito Reginaldo Pereira, ao participar de programa na capital e afirmar que está construindo 5 mil casas no município, dizendo que tem 95% de aprovação em pesquisa e que pagou 13º salário e 1/3 de férias aos servidores que todas as contas estão em dia no município.

Baseado em provas Joselito Carneiro iniciou os ataques na emissora 100.5 FM Líder, sobre os 95% de aprovação  de pesquisa em  nosso município que ele o prefeito teria afirmado, deveria ter vergonha de mentir e está envergonhando nós santaritenses, quem está falando é o presidente da Câmara viu alertou Joselito Carneiro.

Os ataques continuaram: O senhor vive dizendo que a gestão passada tinha ladrão que levou o dinheiro do Instituto de previdência, tá ai a secretaria de saúde prefeito, devendo de repasse quase R$ 1,7 milhões, o IPREV, dos funcionários 11% e da secretaria 14%, denunciou Joselito Carneiro.

Os ataques não param por ai. Onde está seu genro que o senhor disse que era o mais sabido e mais honesto? Estão me provando que são sabidos! Estão me provando. E são sabidos estão me provando, e estava hoje no rádio mais uma vez chamando o povo de ladrão, prefeito quem tem testa de vidro não joga pedra nos dos outros, lembrou de alguma sujeira o presidente da Câmara.

Os ataques persistiram. O senhor deveria pensar bem e esquecer a gestão passada e trabalhar pelo nosso município, acho engraçado que ficam meia dúzia de pessoas no rádio parabenizando, escondendo as podridões para debaixo do tapete, digo por que posso provar, prefeito Reginaldo Pereira, sua secretaria de saúde quantos meses fazem que não repassou o dinheiro do IPREV, o dinheiro que é descontado do servidor que é sua obrigação de 14%, aconselhou o presidente da Câmara Joselito.

Joselito Carneiro afirmou que solicitou toda documentação através de ofício ao instituto de previdência, já mandei, já fui La cobrar eu quero tudo real, agora não estou mentido, que ele sabe para depositar dinheiro hoje existe data, banco não mente, se fizer o repasse nós estamos sabendo, como ele o prefeito que foi dizer pagou 13º e 1/3 de férias.

Início do ano letivo ameaçado. Prefeito seu ano letivo só começa, se o senhor pagar o pessoal de apoio e o senhor ir ao rádio mentir, dizer que pagou e aconteceu mais uma assembleia e o senhor ir para o rádio mentir, mentindo dizendo que o povo do PEVA recebeu, não receberam nem seu 13º salário, e amanhã acontece uma assembleia no sindicato de nosso amigo verador José às 09hs pela manhã com os funcionários da saúde, por que esse prefeito pra mentir ele é muito bom, pra mentir ele é o melhor que tem, dizer que é homem de palavra, afirmou que é mentiroso.

Homem sem palavra. Ele o prefeito diz que é homem de palavra agora me permita o senhor cumpriu com o vereador Olavo de Baleia, o senhor cumpriu prefeito, a ex-vereadora Cicinha, o senhor cumpriu prefeito, o senhor não cumpre a palavra que dá a ninguém, deixe de está em emissora e nos envergonhar, eu Joselito Carneiro, não estou falando nem como presidente de Câmara, como cidadão, eu fiquei envergonhado e com um representante desse ficar servindo de palhaço e de gozação na grande João Pessoa, desabafou o presidente da Câmara de Santa Rita Joselito Carneiro.

Por fim, um dos  ancoras do programa 100.5 notícias convidou o presidente da Câmara para participar ao vivo na emissora que vai ao ar das 17 às 19hs, com documentos para explicar a população o que está acontecendo na administração do prefeito Reginaldo Pereira.

Qualquer cidadão que interessar o áudio da gravação é só se dirigir a emissora 100.5, e a entrevista do prefeito de Santa Rita na Arapuan Fm.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.