Jovem esquarteja a própria mãe e posta foto da cabeça na web - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Jovem esquarteja a própria mãe e posta foto da cabeça na web

1362406130679-degoladaA foto de um jovem norte-americano exibindo a cabeça da própria mãe após esquartejá-la chocou o país nesta última semana. Bahsid McLean, de 23 anos, aparece sorrindo na imagem, feita com um telefone celular em frente ao espelho do banheiro de casa. Uma fonte da polícia disse que a imagem, divulgada pelo jornal New York Post e reproduzida por veículos em todo o mundo, é apenas uma de muitas encontradas no celular de Bahsid.

Tanya Byrd, de 45 anos, foi assassinada pelo filho após uma discussão. Ela queria que Bahsid, que vivia causando problemas, saísse de seu apartamento, localizado no Bronx, em Nova York. Após esfaquear a mãe até a morte, o jovem picotou seu corpo usando uma serra elétrica e espalhou pedaços em sacos de lixo por todo o bairro. O jovem confessou o crime, que aconteceu entre sábado (23) e domingo (24), reporta o tabloide britânico Daily Mail.

Não está claro se o irmão de Bahsid, Nasyr, de sete anos, estava em casa no momento do crime. Nasyr é portador da Síndrome de Down.

Bahsid compareceu no tribunal na última sexta-feira (1º) e alegou que “não fez nada de errado”. Ele disse à Justiça que a mãe estava morrendo e que ele estava apenas tentando ajudá-la.

O advogado do jovem disse que ele não estava tomando seus medicamentos, mas não explicou a doença que o cliente teria.

William Harris, de 26 anos, amigo de Bahsid, teria o ajudado a comprar a serra elétrica e a espalhar os pedaços do corpo de Tanya pelas ruas. Os dois foram flagrados por uma câmera de segurança próxima à loja onde a serra foi comprada. William confessou que participou do crime, ajudando Bahsid a esconder o corpo.

Uma lâmina e uma caixa foram encontradas no apartamento de Tanya, enquanto a serra elétrica foi localizada no apartamento de William.

Cassandra, uma tia do jovem, contou à polícia que Bahsid guardava ressentimentos da mãe porque ela o colocou em um lar temporário ainda na adolescência, quando ele se envolveu com drogas. Bahsid voltou a morar com a mãe quando tinha 18 anos. Ela também suspeita que Bahsid agredia o irmão, que frequentemente aparecia com ferimentos. “Meu sobrinho é um monstro”, disse.

R7