Jovem que assaltou comércios chora e diz que foi influenciado e quer se ‘aprumar’

ladrão se aprumarO segundo acusado de assaltar uma farmácia e um ‘mercadinho’ na cidade de São João do Rio do Peixe, na noite desta quinta-feira (21), disse que cometeu o crime porque foi influenciado pelo comparsa e que agora está arrependido.

Aos prantos, Daniel Aleixo de Sousa, de 18 anos, contou à nossa reportagem que não pretende mais se envolver com a criminalidade ao sair da cadeia. Ele lamentou o “desgosto” que causou à sua mãe e prometeu se “aprumar” na vida.

“Na hora que eu sair, doutor, vou sair dessa vida, não quero isso. Uma ovelha coloca um a perder. Na hora que eu sair, eu vou andar na minha e vou me aprumar”, declarou chorando.

Daniel foi preso horas depois da prisão do seu comparsa no crime, identificado como Jocildo Roque (foto). Ambos residem na cidade de Marizópolis. Com eles a polícia recuperou o dinheiro roubado (cerca de 260 reais) e alguns perfumes.

A moto usada pela dupla também é produto de furto. Segundo a PM, ela foi roubada durante uma festa em Nazarezinho.

Diário do Sertão