Jovem rouba celular, é perseguido e preso por PM à paisana na Reta da Penha

ladrão de celular doisUm jovem foi perseguido e preso na manhã desta terça-feira (15) após roubar o celular de uma mulher dentro de um ônibus na Reta da Penha, em Vitória. Toda a ação foi filmada por uma equipe da TV Gazeta que estava fazendo uma reportagem no local sobre uma loja que foi arrombada nesta madrugada por um adolescente.

Após escutar gritos de socorro, dois homens iniciaram uma perseguição a um rapaz de mochila. Um policial militar à paisana, que passava pelo local de moto, abandonou o veículo na rua e também correu atrás do assaltante. O militar estava armado e conseguiu imobilizar o homem na Rua Eugênio Netto, na Praia do Canto.

Mesmo sob a mira da arma do policial, e cercado por populares, o rapaz ainda tentou fugir alegando que não era ele que tinha roubado a mulher. Porém, em seguida, a vítima apareceu e reconheceu o assaltante. O PM revistou o assaltante e encontrou com ele o celular da mulher.”Eu estava no ônibus e fui olhar o horário no meu celular, ele veio e tomou da minha mão. Foi horrível passar por essa situação. A gente não tem segurança em lugar nenhum. Eu estou muito nervosa, é a segunda vez que eu sou assaltada”, disse a jovem.Uma outra vítima do assaltante, uma auxiliar de serviços gerais, também reconheceu o criminoso. Ela afirmou que havia sido assaltada pelo homem na segunda-feira (14). “Ele levou tudo meu, cartão de crédito, celular. Ele é muito violento, eu caí no chão, ele me chutou. Fiquei cheia de roxos. Fui à delegacia, fizeram o corpo delito. Eu reconheci ele aqui. Só quero meus documentos”, disse a mulher.

No momento do assalto, o movimento era grande na Reta da Penha. A vítima seguia para a faculdade quando foi abordada. O crime chamou a atenção de moradores dos prédios e de pessoas que passavam pela região.

O militar que conseguiu prender o suspeito estava de folga. Ele afirmou que não precisou pensar muito para agir. “Eu estava fazendo uma compra e com o espírito de policial, tive que agir. Ainda bem que tivemos um final feliz e conseguimos recuperar o aparelho roubado. Nós estamos aí para ajudar”, disse o soldado Prata da Polícia Militar.

Fonte: Com Informações do G1 ES e TV Gazeta

PUBLICIDADE