Jovens mortos com cnquenta tiros foram executados por “amigos do tráfico”

cinquenta tirosOs tiros assustaram os moradores do bairro Guaranhuns

Um dia após o assassinato brutal de três jovens em disputa pelo tráfico de drogas, o bairro Jardim Garanhuns, em Vila Velha, amanheceu em clima de tensão nesta segunda-feira (7). Muitos comércios, que costumam abrir as portas desde as primeiras horas da manhã, só começaram a funcionar em horário de maior movimento, próximo às 10 horas. Viaturas da Polícia Militar intensificavam a atuação na região.Temerosos, moradores e comerciantes evitavam conversar com a imprensa, e se reservaram a dizer que a situação está se tornando comum na região. Eles afirmam que os atiradores são do Bairro da Penha, em Vitória, e que tentam tomar o tráfico de drogas da região, desde que os chefes locais foram presos e a boca de fumo ficou sob comando de traficantes menores.
O crime
A disputa por pontos de tráfico de drogas no bairro é o principal motivo para o triplo homicídio, ocorrido na hora do almoço deste domingo (6). A polícia acredita que os suspeitos eram amigos das vítimas, mas haviam sido expulsos do bairro anteriormente. Os três jovens foram brutalmente assassinados com mais de 50 tiros de escopeta, por volta das 12 horas. O tiroteio aconteceu na Praça Saturnino Rangel Mauro.
De acordo com testemunhas, dois veículos, um Bora prata e um Palio bege, chegaram ao local com 10 homens fortemente armados. A gangue partiu para cima dos três rapazes, que estavam no início da rua e correram para a praça.

Tiroteio com três mortos e um ferido em Guaranhuns, Vila Velha – Crédito: Edson Chagas
×

 

Gustavo Carlos Veloso Moreira, 18 anos, foi atingido por 32 tiros, Lucas Wesley Soares de Souza, 16 anos, teve 15 perfurações pelo corpo e Luan Luiz Barbosa, 19 anos, levou 8 tiros. Gustavo e Luan morreram na praça e Lucas ainda conseguiu correr, mas caiu morto na Rua Geraldino Alves da Silva. No local, a polícia encontrou só cápsulas de escopeta calibre 12.

Tiroteio com três mortos e um ferido em Guaranhuns, Vila Velha – Crédito: Edson Chagas
×

 

Um dos jovens, de acordo com a família, já tinha mais de 10 passagens pela polícia por tráfico de drogas. A Polícia Militar ainda informou que um quarto jovem teria sido baleado e socorrido com vida para o Hospital Antônio Bezerra de Farias, em Vila Velha.

Tiroteio com três mortos e um ferido em Guaranhuns, Vila Velha – Crédito: Edson Chagas
×

 

Disputa por pontos de drogas
De acordo com o delegado Breno Andrade, a principal linha de investigação é a disputa pelos pontos de venda de drogas na região. “Integrantes de um grupo rival cercaram o bairro fortemente armados e mataram essas três pessoas”, relatou.
Ainda segundo o delegado, os executores eram de Jardim Guaranhuns e haviam sido expulsos após um desentendimento. “Acreditamos que os suspeitos eram amigos dessas pessoas que sofreram ataque, mas haviam sido expulsos do bairro anteriormente. Essa informação deve ser confirmada durante as investigações”, informou.
Andrade destacou a importância da população para que o caso seja esclarecido. “Sabendo onde os criminosos guardam as armas e drogas, pedimos para que informem à polícia por meio do 181, que garante sigilo absoluto”, disse.
Mais policiamento
O major Menezes, do 4º Batalhão da Polícia Militar, afirmou que o policiamento foi reforçado na região com equipes do Grupo de Apoio Operacional (GAO), do Batalhão de Missões Especiais (BME) e também da Ronda Ostensiva Tática Motorizada (ROTAM). “Houve uma movimentação de efetivo e aumentamos a patrulha na região”, afirmou.
Ainda segundo o major, a Polícia Militar realiza um trabalho conjunto com a Polícia Civil. “O movimento do tráfico de drogas é intenso na região e todas as mortes indicam ligação com a disputa por esse espaço. Agora contamos também com o trabalho da Polícia Civil, que já investiga o caso”, disse.
O major disse, ainda, que o apoio da população é fundamental para o trabalho da polícia. “A maioria da população de Jardim Guaranhuns é formada por trabalhadores. Precisamos da ajuda desses cidadãos que não estão satisfeitos com a ação dos criminosos na região”, concluiu.
PUBLICIDADE