Juiz recebe Título de Cidadão Pessoense na CMJP - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Juiz recebe Título de Cidadão Pessoense na CMJP

download (2)O juiz de Direito Manoel Gonçalves Dantas de Abrantes recebeu, na tarde desta terça-feira (11), o Título de Cidadão Pessoense das mãos do presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereador Durval Ferreira (PP), em sessão solene realizada no Plenário Senador Humberto Lucena. “Foi o maior presente que eu recebi em minha vida, depois de 43 anos vivendo nesta linda cidade”, revelou o homenageado durante seu discurso de agradecimento.

O autor da propositura, vereador Durval Ferreira, destacou a satisfação em conceder o Título “a um grande jurista paraibano, que desde jovem se estabeleceu na Capital do nosso estado e tem um relevante trabalho prestado à nossa cidade”. O líder do Poder Legislativo Municipal ainda ressaltou: “Estamos certos de que o mais novo cidadão pessoense continuará empenhado na tarefa de promover a justiça com equilíbrio e sensatez, como tem demonstrado ao longo dos anos”.

Já o homenageado se emocionou bastante ao relembrar sua trajetória, trabalhando no comércio da Capital até concluir os estudos, e revelou seu deslumbramento pelo cenário pessoense: “Desde aquela época, me encantei pela Lagoa, pelas praias, pelos ipês nas ruas. Só quem vive em João Pessoa sabe como é agradável morar aqui”.

Manoel Abrantes revelou: “Eu já me sentia verdadeiramente pessoense. Cheguei em João Pessoa aos sete anos de idade, e minha vida foi toda aqui. Estudei aqui, me formei, me casei, meus filhos nasceram nesta cidade e é aqui onde agora vivo minha maturidade”. O juiz ainda disse que, mesmo no período em que atuou no interior do estado, nunca se desligou da Capital paraibana.

O advogado Johnson Abrantes, irmão do homenageado, representou os familiares e classificou Manoel Abrantes como “um cidadão simples, humilde, correto, sobretudo leal e desprovido de qualquer tipo de vaidade”. Já o professor e poeta Ranieri Dantas de Abrantes, outro de seus 12 irmãos, relembrou episódios de sua infância e destacou mais uma vez a humildade do homenageado. “Ele chegou aonde chegou por reconhecer o valor das coisas e das pessoas sem olhar o valor de suas vestimentas”, revelou.

Também participaram da sessão solene os vereadores Lucas de Brito (DEM), secretariando os trabalhos, e Bruno Farias (MD); além dos deputados estaduais Lindolfo Pires (DEM), João Gonçalves (PEN) e Ivaldo Moraes (PMDB); o secretário adjunto de Turismo da Capital, Leonardo Jhonson, representando o prefeito Luciano Cartaxo (PT); o desembargador Arnóbio Alves Teodósio, representando o Tribunal de Justiça do estado (TJPB); e familiares e amigos do homenageado.

A solenidade também contou com a participação do Coral Antônio Leite de Figueiredo, regido pela maestrina Socorro Estrela. A filha do juiz de Direito o homenageou cantando a música “Como é grande o meu amor por você”, composta pelo cantor Roberto Carlos.

 

Sobre o homenageado

Manoel Gonçalves Dantas de Abrantes é natural de Sousa, no sertão paraibano, filho do ex-presidente da Câmara Municipal daquela cidade, João Gonçalves de Abrantes, e da professora e advogada Cremeilda Dantas de Abrantes. Mudou-se para João Pessoa na década de 1970, ainda criança, para estudar, tendo-se formado, posteriormente, em Ciências Jurídicas e Sociais pelo Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) e em História pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ainda se especializou em Direito Penal, pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), e em Gestão Jurisdicional de Meios e Fins, em convênio da Escola Superior da Magistratura (Esma) com o Unipê.

Manoel Abrantes foi professor de História, Educação Moral e Cívica e OSPB em duas escolas da Capital, na década de 1980, e lecionou Direito no Unipê e na Esma. Ainda atuou como advogado militante nas Comarcas de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita e Cabedelo e, em 1988, foi transferido para o cargo de Defensor Público na Capital paraibana.

Através de concurso público, foi nomeado Analista Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região, onde permaneceu até o ano de 1992, quando foi aprovado em outro certame e nomeado Juiz de Direito do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). Assumiu a Comarca de Coremas, no sertão paraibano, e passou também pelas Comarcas de Alagoa Nova, Patos, Areia e Campina Grande.

Removido para a 3ª Vara Regional de Mangabeira, em João Pessoa, no ano de 2002, Manoel Abrantes exerce, desde 2009, o cargo de diretor do Fórum Regional “Desembargador José Flóscolo da Nóbrega”, naquela mesma localidade.

 

Érika Bruna Agripino