Juíza condena preconceito contra a PB em artigo e pede providências ao MPF - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Juíza condena preconceito contra a PB em artigo e pede providências ao MPF

juíza conceição MarsicanoA juíza da Vara das Execuções Criminais e Diretora do Fórum da Comarca de Bayeux, Conceição Marsicano, reagiu nesta terça-feira (20) nas redes sociais e condenou o tom preconceituoso contra a Paraíba e os paraibanos, em artigo publicado pelo portal R7 com o título “Hulk mostrou para brasileiros o mapa da Paraíba”.

Madrinha, em Bayeux, do projeto Social ” Hulk em Ação, o craque da solidariedade” , idealizado pelo ativista social Leo Micena, e que conta com o apoio de vários parceiros e do jogador da seleção, o paraibano Hulk (padrinho), a magistrada falou o que muitas pessoas queriam declarar. A juíza, que também idealizou outro projeto social com Mulheres Vítimas de Violência no município, afirmou que o jornalista teve uma visâo preconceituosa da Paraíba.

“Fico pensando na visão preconceituosa dessa pessoa que se intitula jornalista. Tenho a dizer primeiro que: sou Paraibana Mulher Forte e Valente sim senhor; mãe de três filhas, muito lindas por sinal, os que conhecem sabem, todas educadas e trabalhadoras, assim como é minha mãe e todas as mulheres da minha família, não deixam nada a desejar em nascidos no sul ou Sudeste do nosso pais”, comentou a juíza em sua postagem.

A juíza Conceição Marsicano disse ainda que repudia as palavras proferidas pelo jornalista sobre a Paraíba e que acionará o Ministério Público Federal para que providências sejam tomadas.

“Aliás, sem falsa modéstia quando elas passam na Oscar Freire, param o trânsito. Mulher macho, como assim?? Que visão preconceituosa e, em tese, infringe a nossa Lei Substantiva Penal, acreditando piamente que o subscritor da matéria desconhece. Aliás, ele não desconhece apenas a Lei, mas também os princípios da boa educação. Faço o registro do meu repúdio as palavras ofensivas desse cidadão e que encaminharei copia do infeliz comentário ao Ministério Público Federal e Estadual do estado da Paraíba para as providencias cabiveis. Na oportunidade compartilho esse post com alguns amigos e, em especial com os nascidos e criados no Sul do Pais. Lamentável!!!”, afirmou a magistrada da Comarca de Bayeux.

 

Bayeux em Foco