Julian responde Romero, diz que seu papel é fiscalizar o executivo e dispara: “Os políticos não estão acostumados com a crítica”

Julian responde Romero, diz que seu papel é fiscalizar o executivo e dispara: “Os políticos não estão acostumados com a crítica”

O deputado federal, Julian Lemos (PSL) respondeu ao prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), sobre as denúncias sobre os gastos abusivos, no gabinete de Romero, que ultrapassam R$ 9 milhões anuais, com 258 assessores. O prefeito disse que desconhece os motivos das críticas de Julian e acredita que o deputado foi induzido ao erro.

Em contato com o Blog do Anderson Sores, nesta sexta-feira (23), Lemos afirmou que não tem nenhum problema pessoal com Romero e enfatizou que o seu gabinete tem destinado emendas à Prefeitura de Campina Grande. O parlamentar ressaltou, no entanto,  que a missão do parlamentar é fiscalizar o executivo, mas na Paraíba, os políticos não estão acostumados a cobranças.

“Meu trabalho é fiscalizar o executivo, se for necessário. Fui eleito para isso. Quando percebo que há uma coisa errada, faço a crítica. Só que a classe política da Paraíba está mal acostumada porque só recebem críticas de uma oposição raivosa, que tem seus interesses contrariados, mas quando recebem a crítica dentro do campo político mais próximo, que não é o meu caso – porque não sou nem oposição nem situação- aí passam a se incomodar quando faço uma crítica”, declarou.

Anderson Soares