Juliano não quer Romero Rômulo como seu padrinho de seu casamento

Juliano não quer Romero Rômulo como seu padrinho de seu casamento

tóia e julianoO asamento de Tóia (Vanessa Giácomo) e Juliano (Cauã Reymond) pode não acontecer. Em ‘A Regra do Jogo’, dia 17, o rapaz diz a noiva que não quer Romero (Alexandre Nero) como padrinho, porque Djanira (Cássia Kiss) descobriu um DVD que prova que ele é bandido. A morena acha que é implicância e alega que Romero é seu irmão, que os tirou da cadeia e até ajudou Zé Maria (Tony Ramos). No meio da briga, Tóia frisa que não quer que o pai dele vá ao casamento, porque ainda acha que ele é um bandido

Para despistar de Tóia, Juliano diz que precisa ir com Merlô (Juliano Cazarré) alugar um terno, mas vai à casa de Adisabeba (Susana Vieira). A noiva o segue e escuta ele contar a Djanira e Zé Maria que quebrou a cara de Romero. Injuriada, Tóia os questiona e afirma: “Se alguém aqui tem chance de ser bandido, é o Zé Maria! Vocês mentem pra mim. Tem mais algum segredo que a senhora quer me contar dona Djanira?” Juliano garante que a ama e, mesmo ela tendo insultado o pai dele, diz que pode pedir para ele não ir ao casamento deles.

Desnorteada, Tóia caminha pela favela </CW>e esbarra em Ro<CW-33>mero, que a chama para ir à Fundação, porque tem algo importante para lhe mostrar. Chegando lá, o vilão lhe dá recortes da chacina de Seropédica e uma certidão de nascimento que achou no armário de Djanira em nome de Sofia Mendes Albuquerque. Tóia constata que ela e a criança nasceram no mesmo ano. Romero conta que Sofia tinha 2 anos e meio e viu o pai ser assassinado por Zé Maria com sete tiros. Depois mostra a foto garotinha na e Tóia reage petrificada: “Meu Deus! Sou eu!”

 O Dia