Justiça decreta prisão preventiva de Berg Lima e afasta prefeito de Bayeux do cargo

O Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu afastar o prefeito de Bayeux, Berg Lima (Podemos), após a ação policial que resultou na prisão do gestor nesta quarta-feira (5), sob acusação de cobrança de propina a um empresário que fornecia ao Município. Após audiência de custódia, Berg teve a prisão preventiva decretada e será encaminhado para um Batalhão da Polícia Militar.

A Câmara Municipal será comunicada de decisão e, com o afastamento de Berg, o vice-prefeito de Bayeux, Luis Antônio (PSDB), assume o cargo.

O prefeito foi flagrado recebendo valores do empresário que denunciou a cobrança de R$ 5 mil para cada R$ 15 mil que o Município devia ao comerciante. O empresário contou a polícia que teria R$ 100 mil empenhados, sendo que R$ 77 mil destes ainda em aberto, mas que Berg teria dito só realizar o pagamento mediante a devolução de valores para ele mesmo. Ao decidir denunciar, o empresário aceitou simular o acordo para flagrar o gestor.

Blog do Gordinho