Ladrões invadem escola em João Pessoa e fazem arrastão, diz PM - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Ladrões invadem escola em João Pessoa e fazem arrastão, diz PM

Estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Violeta Formiga foram vítimas de um arrastão praticado por três homens na manhã desta quinta-feira (6). O estabelecimento de ensino fica no bairro de Mandacaru, em João Pessoa.

De acordo com a Polícia Militar, três homens tiveram acesso ao pátio onde os alunos estavam e levaram pelo menos oito celulares, além de alguns objetos. Um dos ladrões estava armado. Na ação, ninguém ficou ferido. Uma criança estava fora do pátio e ouviu quando o assalto foi anunciado e avisou à direção da escola. A polícia foi acionada, mas suspeitos não foram presos.

Segundo a diretora adjunta, Sônia Dantas, os estudantes vítimas do arrastão estavam na quadra porque havia uma aula vaga.

Ainda de acordo com a diretora, não há vigilante na escola no período da manhã, o que facilitou a ação dos bandidos. Uma criança, que estava do lado de fora do pátio, ouviu o anúncio do assalto e foi avisar. Acreditamos que, se não fosse a atitude corajosa dessa criança, os bandidos teriam invadido a escola e feito um grande arrastão, acrescentou.

Ainda segundo a diretora, os ladrões chegaram a ameaçar as crianças. Um dos bandidos disse às crianças que era um assalto e que não fizessem nenhuma reação, caso contrário ele atiraria, contou.

A escola fica a alguns metros da Unidade de Polícia Solidária do bairro de Mandacaru (UPS), mas a proximidade da polícia não tem sido o bastante para conter a violência, segundo Sônia Dantas. Quando chamamos os policiais, eles nos atendem prontamente. O problema é que não temos vigilante no período da manhã e precisamos urgentemente resolver essa situação, afirmou.

Arrastão foi fato isolado, diz secretário

O secretário da Educação de João Pessoa, Luiz de Sousa, informou, por meio da assessoria de comunicação, que a Escola Violeta Formiga conta com três vigilantes e que o período da manhã está sem este profisisonal porque o período noturno conta com dois vigilantes por apresentar mais riscos aos estudantes e funcionários do estabelecimento de ensino e o terceiro trabalha à tarde. Ele disse ainda que, na próxima semana, será contratado um quarto vigilante para o período da manhã.

Luiz de Sousa afirmou ainda que o arrastão foi fato isolado e que lamenta a ação dos bandidos contra os estudantes. O secretário enfatizou que a responsabilidade pela segurança dos estudantes é da Secretaria de Segurança Pública da Paraíba, uma vez que, aos vigilantes, caberia apenas a responsabilidade de defender o patrimônio da escola.

Da redação com G1PB