Lagoa: aliado alerta oposição sobre envolver famílias em denúncia

Sobre a troca de farpas entre vereadores da situação e oposição na Câmara Municipal de Joao Pessoa, no caso envolvendo a de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os indícios de superfaturamento nas obras da Lagoa, o vereador governista Milanês Neto (PTB) disse que seu colega parlamentar Bruno Farias (PPS) foi muito longe nas críticas aos auxiliares do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) atacando a honra da família do secretário Cássio Andrade.

“Aprendi em política que não se agride pai, mãe, mulher e filhos, tem que se respeitar. Eu acho que o vereador Bruno tem que ter cuidado no denuncismo para não ficar perdido entre outros. O que me conta até onde eu sei é que a esposa do secretário Cássio Andrade é uma pessoa concursada da Caixa Econômica Federal. Então eu repito eu não faço política envolvendo família eu faço política discutindo o bom debate”, disse Milanez.

O vereador Fernando Milanez Neto (PTB), da base do prefeito Luciano Cartaxo, é contra a apuração da Câmara em relação às irregularidades. “Eu não vejo muito sentido da Câmara também investigar. Acho que a discussão aqui é muito mais técnica, jurídica do que política”, afirmou.

Redação