Líder da oposição acusa Claudio Lima de não querer resolver problema da segurança

Renato-Gadelha-oposiçãoA Assembleia Legislativa realizou na tarde desta quinta-feira uma Sessão Especial para discutir a crescente violência que tomou conta da Paraíba. O Plenário estava lotado, mas uma ausência chamou atenção: não havia representantes do Governo, apesar de reiterados convites dos propositores da Sessão.

Iniciativa conjunta dos deputados Renato Gadelha (PSC), Dinaldo Wanderley (PSDB) e Camila Toscano (PSDB), a Sessão foi aprovada em fevereiro, mas só agora foi realizada pela Casa. O líder da oposição, Renato Gadelha, não poupou críticas à ausência do Secretário de Segurança, Claudio Lima.

Para Renato Gadelha “está claro que o Secretário não tem interesse em resolver os problemas do estado. Nunca se matou tanto na Paraíba, a população está acuada e o Secretário ignora a situação”, disse Gadelha da Tribuna da Assembleia”. O parlamentar relembrou o episódio em que o Claudio Lima afirmou que só um milagreiro resolveria o problema da segurança no estado.

“Sugeri, e reafirmo, que este Secretário deveria reconhecer a incapacidade de enfrentar os bandidos e se demitir. Aliás, ele mesmo admitiu que não é capaz de comandar a pasta quando afirmou que só um milagreiro poderia diminuir os índices de violência registrados na Paraíba. Estamos diante de algo inédito. Violência crescente, Secretário assume a própria incapacidade, mas o Governador não toma a atitude que todos esperam, que é exonerar o Secretário de Segurança”, reforça Gadelha.

O líder da oposição disse, ainda, que apesar da ausência do Governo, a Sessão foi produtiva. “Dialogamos com policiais da reserva e da ativa, com Bombeiros Militares e até policiais de outros estados. Por mais de três horas ouvimos sugestões e relatos de pessoas interessadas em mudar o quadro que vivemos”.

Ao final da reunião, ficou decidido que bancada de oposição e setores ligados à segurança no estado vão elaborar uma espécie de plano de segurança para o estado que será entregue ao Governador. “Desde que assumi este mandato, cobro do Secretário que apresente um plano de segurança para o estado. Já que ele não vai apresentar, a bancada de oposição e grupos ligados à segurança vão elaborar um plano com sugestões que, espero, sejam postas em prática ou, pelo menos, sirvam de incentivo para que o governo tome uma atitude, mesmo que tardia”, finalizou Renato.

Manifestação em Sousa

Renato Gadelha adiantou que na cidade de Sousa haverá um protesto de empresários locais contra a onda de violência que tomou conta do estado. “Cansados de ser vítimas dos bandidos, vários empresários da cidade estão organizando uma manifestação pedindo providências do Governo”. Gadelha considera este mais um reflexo da “situação insustentável por que passa o comando da segurança no nosso estado”, finalizou Renato.