Líder da oposição coleta assinatura para criar CPI da Lagoa

O líder do PPS começa a coletar assinatura para instalar CPI sobre obras da Lagoa (Foto: Walla Santos)

O líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, vereador Bruno Farias (PPS), começa nesta segunda-feira (5) a coletar assinaturas de apoio à criação da CPI da Lagoa. Farias revelou que já conseguiu 7 das 9 assinaturas necessárias para pedir à presidência da Casa a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Ontem, a Polícia Federal deflagrou a Operação Irerês e cumpriu dois mandados de busca e apreensão para investigar possíveis irregularidades nos procedimentos licitatórios e na execução de obras na lagoa do Parque Solón de Lucena.

Laudos periciais produzidos pela Polícia Federal constataram um dano total ao erário no valor de R$ 6.402.603,83, a preços de abril de 2017. O processo de suspeita de superfaturamento das obras da Lagoa.

O vereador considera que as denúncias são gravíssimas e a Câmara precisa dar uma resposta à sociedade no processo de suspeita de superfaturamento das obras da Lagoa.

O líder do PPS revelou que vai conversar com vereadores da base de sustentação do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para tentar convence-los  a assinar o pedido de instalação de CPI.

Bruno Farias lembra que no ano passado os vereadores João dos Santos e Chico do Sindicato se manifestaram favoráveis a apuração de suposta irregularidades nas obras de revitalização da Lagoa. “Pretendo me reunir com eles”, disse Bruno.

ClickPB