Líder da oposição tenta minimizar atrito entre Romero e Ruy no PSDB: “Questão de afinação de discurso”

O líder da bancada da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Bruno Cunha Lima (PSDB), disse entender as insatisfações do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), em relação a presença do presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, nas visitas do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), à cidades do estado, já que os dois prefeitos são cotados para disputar o Governo da Paraíba em 2018. Em uma tentativa de suavizar os discursos dos tucanos nos últimos dias, Bruno disse ser compreensível que Ruy acompanhe Cartaxo em suas andanças.

“Eu concordo com os dois, Romero está certo porque Ruy tem que vender o nome do partido e Ruy está certo porque Luciano faz parte da junção da oposição. Se Cartaxo faz parte da junção da oposição nós vamos andar com ele também. Ambos estão certos, é só uma questão de afinação de discurso”.

Cunha Lima explicou que as colocações de Romero não são efetivamente para a pessoa de Ruy Carneiro, mas sim para a Executiva do partido. “Não é uma insatisfação com Ruy, mas sim com a presidência estadual do PSDB. Agora, o que o partido não pode fazer é negligenciar o nome de Romero. E aí não é a presença de Ruy Carneiro, pessoa física, é Ruy Carneiro pessoa jurídica, pelo fato dele ser presidente do partido”.

O tucano declarou ser natural que Ruy acompanhe Cartaxo pelos municípios paraibanos. “Ruy está andando com Luciano dentro da área de atuação política dele, onde sempre foi votado na macro-região de João Pessoa. Então, ambos estão certo, Ruy andar com Cartaxo é certo? É claro que é certo; Cartaxo é nosso aliado. Romero achar ruim porque ele está achando que o presidente do partido não estar vendendo o nome dele, está certo também”.