Lideranças políticas se manifestam pró e contra a condenação do ex-presidente Lula

lula

A condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) levou várias lideranças políticas a se manifestarem contra a e favor da decisão do juiz Sergio Moro. Rapidamente o assunto assumiu a primeira colocação nos trading topic do Twitter. O PT, inclusive, realiza um tuitaço na rede social. O partido já marca manifestações em vários Estados do país, incluindo a Paraíba.

Entre os parlamentares paraibanos, o líder do DEM na Câmara, Efraim Filho, foi o primeiro a se manifestar. Através de áudio divulgado no WhatsApp, Efraim disse que “a sentença proferida foi baseada na lei, nos fatos e nas provas”. Efraim também afirmou que a condenação significa o fortalecimento do combate a corrupção e a impunidade. “É uma lição didática para o cidadão brasileiro, para mostrar que acabou-se o tempo em que os poderosos não enfrentavam a justiça e todos devem ser iguais perante a lei”, disse.

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) se limitou a dizer que “ninguém está acima da Justiça”. O senador Cássio Cunha Lima, um dos principais articuladores do impeachment de Dilma Rousseff (PT), e o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), defensor público das políticas desenvolvidas nos governos do PT, não se manifestaram publicamente sobre o assunto até o fechamento desta matéria.

No âmbito nacional, o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), crítico ferrenho do ex-presidente, também usou o Twitter para se manifestar: “A justiça foi feita. O maior cara de pau do BR (Brasil), foi condenado a 9 anos e meio de cadeia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. #VivaBR”, disse.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que perde apenas para Lula nas pesquisas de intenção de voto para Presidência da República, retuitou texto do filho, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP): “Ref. Trabalhista aprovada + condenação Lula = volta da confiança no Brasil, bolsa salta, dólar caí, risco Brasil caí, país melhora!”.

A presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffmann‏, disse em sua conta no Twitter que Lula foi condenado sem provas: “Sergio Moro prestou contas aos meios de comunicação e a opinião pública que formou contra Lula. Condenou sem provas! Vergonhoso”. O líder do PT no Senado, Lindbergh Farias também disse que a decisão do juiz Sergio Moro é escandalosa. Ele usou a tribuna do Senado nesta quarta-feira para defender o ex-presidente Lula. “Essa decisão vai ser desmontada no mundo inteiro, o juiz conduziu esse processo com o objetivo claro de condenar o presidente Lula. É o golpe continuado”, disse.

Blog do Gordinho