Líderes da situação e da oposição da assembleia legislativa devem ser conhecidos esta semana

assembleialegislativa 23Os novos líderes da situação e da oposição na Assembleia Legislativa devem ser conhecidos na próxima semana com o retorno dos trabalhos parlamentares, após uma semana de atividades suspensas devido às reformas na parte elétrica, de refrigeração, de internet e de telefonia da Casa Epitácio Pessoa.

A liderança do governador Ricardo Coutinho (PSB) está vaga desde o dia 5 de abril com o retorno do deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) ao Poder Legislativo e a consequente saída do suplente Hervázio Bezerra (PSB).

Já na oposição, o clima pesado entre os deputados Anísio Maia, Gervásio Maia e Trócolli Junior provocou a renúncia do petista da condição de líder da bancada na Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Gervásio Maia acredita que na próxima semana os líderes dos partidos da oposição deverão se reunir para definir quem será o escolhido para ocupar o lugar de Anísio Maia.

Aníbal Marcolino, do PEN, já se colocou à disposição para ocupar a liderança do governo. Ele afirmou que já procurou o presidente do seu partido e do PEN, Ricardo Marcelo, para explicitar seu desejo.

Ele justificou que hoje, o PEN possui a maior bancada na Casa Epitácio Pessoa, com seis parlamentares, e nada mais justo do que o partido ficar com a liderança da oposição.

O PMDB, por sua vez, é a segunda maior bancada com cinco parlamentares, já que o deputado estadual Márcio Roberto tirou licença para dar lugar a Iraê Lucena, única representante do PSDB no Poder Legislativo.

Atrás do PMDB, vem o PSC, que atualmente conta com quatro parlamentares em sua bancada: Arnaldo Monteiro, Carlos Batinga, Guilherme Almeida e Vituriano de Abreu.

Já a bancada do PT é composta por Frei Anastácio e Anísio Maia, que entregou a liderança recentemente.

Apesar de o DEM estar dividido, o deputado Domiciano Cabral já anunciou sua migração para a bancada de oposição na Assembleia Legislativa. Ainda compõem a lista, os deputados Carlos Dunga (PTB), Caio Roberto (PR), Daniella Ribeiro (PP), Janduhy Carneiro (PTN) e Léa Toscano, que apesar de ser do partido do governador, já anunciou apoio à candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao governo do estado.

Já no lado da situação, o governador Ricardo Coutinho já admitiu ter interesse no retorno de Hervázio Bezerra à Assembleia Legislativa para ocupar novamente a liderança do governo. “Mas, isso depende das circunstâncias”, ponderou.

Ele disse ainda que o anúncio do novo líder deve acontecer na próxima semana. Os deputados Manoel Ludgério (PSD), Adriano Galdino (PSB), Tião Gomes (PSL) e Lindolfo Pires (DEM) já negaram interesse de ocupar a vaga deixada por Hervázio.

Para reconduzir o companheiro de partido ao Poder Legislativo, dois deputados terão que se licenciar, já que Assis Quintans (DEM) é o primeiro suplente da coligação.

Rebeca Carvalho do Blog do Gordinho