Liga dos Campeões: Barcelona confia em façanha inédita

O Barcelona terá de obter a maior reviravolta da história da Liga dos Campeões da Europa para avançar às quartas de final da competição. O time espanhol perdeu por 4 a 0 para o Paris Saint-Germain no jogo de ida das oitavas, no Parque dos Príncipes, e terá de reverter a enorme vantagem dos franceses, no Camp Nou, a partir das 16h45 (horário de Brasília). O trio Lionel Messi, Neymar e Luis Suárez e o técnico Luis Enrique mantêm as esperanças.

Para avançar nos 90 minutos, o Barcelona terá de vencer por cinco gols de diferença. Caso vença por 4 a 0, o jogo vai para a prorrogação. Um gol da equipe francesa obrigaria o time da Espanha a marcar pelo menos seis vezes. “Se um time pode marcar quatro vezes, nós podemos fazer seis”, avisou o técnico Luis Enrique.

“Isso não significa que vamos jogar como loucos . Chegamos para este jogo com boas sensações e continuamos otimistas”, completou o treinador, que na semana passada anunciou que deixará o Barcelona ao fim da temporada. Neymar, que vive bom momento, também postou mensagens otimistas nas redes sociais.

Até hoje, nenhuma equipe conseguiu avançar em um mata-mata da Liga dos Campeões depois de ter perdido a primeira partida por quatro gols de diferença. O máximo que ocorreu foram reviravoltas após derrotas por três gols de desvantagem. Foi o que aconteceu com o La Coruña em 2004. Após perder o primeiro jogo das quartas de final para o Milan por 4 a 1, em Milão, o time espanhol bateu os italianos por 4 a 0 na partida de volta.

Veja