Lojas de Campina Grande instalam barreiras nas calçadas para impedir arrombamentos

Lojas de Campina Grande estão construindo barreiras nas calçadas para impedir arrombamentos (Foto: Josusmar Barbosa/ Jornal da Paraíba)

Em menos de dois meses, cinco lojas foram arrombadas com a ajuda de veículos e furtadas no Centro de Campina Grande. O prejuízo dos lojistas já chegou aos R$164 mil. Por conta dessa situação, os comerciantes da cidade estão instalando barreiras de ferro nas calçadas das lojas para impedir este tipo de ação.

A primeira a colocar as barreiras foi uma empresa de atacados que fica localizada na Rua João Pessoa. Um loja de roupa que foi assaltada na madrugada desta terça-feira (17) também já instalou.

O secretário de planejamentos do município, André Agra, revelou que um grupo de empresários entrou em contato para pedir a liberação.” Já veio muita gente atrás. Nós estamos pedindo para que quem desejar tomar essa medida entre em contato para protocolar. Como é um caso de emergência, conversei com o prefeito e ele permitiu, mas de forma que não prejudique o pedestre. Tem que ter bom senso”, explicou o secretário.

A Câmara dos Dirigentes Lojista de Campina Grande (CDL) informou que mais quatro empresários já comunicaram que estão com medo de ser alvo dos arrombamento e irão instalar as barreiras na frente das suas empresas ainda esta semana.

“Com a onda de arrombamentos que foram registrados nas últimas semanas, infelizmente, o lojista precisa buscar alternativas para se proteger e evitar ser o próximo alvo, já que os órgãos de segurança pública não estão cumprindo com o dever de coibir a ação dos bandidos. É uma medida emergencial, mas que deve ser adotada com cuidado para não prejudicar a mobilidade dos consumidores”, destacou o presidente da CDL, Arthur Almeida.

O comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar de Campina Grande, Lamarck Victor Donato, disse ao G1 que aumentou o número de rondas durante a madrugada em toda a cidade para tentar inibir esse tipo de crime que vem acontecendo noturnamente.

 Prisões

Dois homens já foram presos suspeitos de assaltar uma loja no dia 15 de outubro no Centro de Campina Grande. Com eles foram encontradas roupas e recuperadas mais de 30 peças. Na tarde desta quarta-feira também foi presos outro homem, no bairro do José Pinheiro, com mais de 200 peças de roupas roubadas. A Polícia Civil ainda investiga se esse material encontrado é fruto de alguma loja arrombada na cidade.